A pouco menos de três meses do início da temporada de 2019, é altura de olhar para o alinhamento para a próxima época. 

Novas equipas e novos pilotos aguardam os fãs do motociclismo no próximo ano. Às equipas já existentes, juntam-se a Forward Racing Team e a Kiefer Racing, ainda sem pilotos contratados. Alguns dos grandes talentos da passada temporada deram um passo em frente e já estão confirmados na classe intermédia. 

Um deles é o campeão de 2018, Jorge Martin. O espanhol sobe à categoria de Moto2 para substituir o português Miguel Oliveira na KTM e juntar-se a Brad Binder. 

O seu colega de equipa em Moto3 junta-se também à categoria intermédia. Fabio DiGiannantonio irá ocupar o lugar deixado por Fabio Quartararo na Speed Up. O italiano foi vice campeão do mundo de Moto3, lugar esse que disputou até ao cair do pano, em Valência, com Marco Bezzecchi. O também piloto italiano vai subir de categoria e fazer parte da Tech3 Racing.

Marco Bezzecchi, piloto italiano da Tech3 em Moto2
Fonte: PrüstelGP

Há mais um italiano a juntar-se aos seus compatriotas – Enea Bastiannini. O agora ex piloto da Leopard vai juntar-se a Andrea Locatelli na Italtrans Racing Team.

Algo que está confirmado há já algum tempo é a descida de Tom Lüthi. O piloto suíço vai regressar à categoria de Moto2 depois de uma temporada em MotoGP. Lüthi irá juntar-se ao alemão Marcel Schrötter na Dynavolt Intact GP. Espera-se uma grande temporada do suíço, que foi retirado da corrida pelo título na temporada de 2017, tendo este sido entregue a Franco Morbidelli, vencedor do prémio de rookie do ano de 2018.

Outra das surpresas é o britânico Jake Dixon. O piloto vai juntar-se a Xavi Cardelus na Ángel Nieto Team. O piloto corria no Campeonato Britânico de Superbikes, tendo lutado pelo título na passada temporada e terminado em segundo lugar, atrás de Leon Haslam.  

Jake Dixon, piloto britânico da equipa Ángel Nieto em Moto2
Fonte: Bennets British Superbikes Championship

A grelha para 2019 já está quase completa e com alguns nomes que tiveram um grande desempenho na época passada e que, certamente, o irão repetir no próximo ano. Este é certamente o caso do espanhol Álex Marquez e dos italianos Luca Marini e Lorenzo Baldassari.

Visto que ainda não entrámos no novo ano, ainda há alguns pormenores para afinar e pilotos por contratar. Resta-nos aguardar pela grelha completa.

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: Gresini Racing 

Comentários