Anterior1 de 2Próximo

Para a corrida de hoje, Fabio Quartararo saía da pole position. O piloto da Yamaha Petronas procurava vencer pela primeira vez no MotoGP. Maverick Vinales partia de segundo e Marc Márquez de terceiro.

Na partida, Vinales ficou para trás, com Quartararo a segurar a liderança, seguido de perto por Márquez, que tentou ultrapassar na segunda volta, mas não conseguiu completar a manobra. A partir daí os dois primeiros fugiram.

Atrás, Vinales começava a fugir a Andrea Dovizioso, mas não tinha ritmo para se chegar aos  dois primeiros.

Atrás, a luta entre Franco Morbidelli, Valentino Rossi, Alex Rins e Joan Mir era o melhor que a corrida tinha para oferecer. Muito juntinhos foram trocando de posições e batalhando entre si.

No início, Miguel Oliveira arrancou bem e chegou à 14º posição, com treze voltas para o final. A desistência da Aprillia de Aleix Espargaró ainda o fez subir para 13º, mas não conseguiu aguentar nos pontos e acabou por cortar a meta na 16º final.

Miguel Oliveira não conseguiu terminar nos pontos.
Fonte: Red Bull KTM Tech3

Na frente e destacados estavam Quartararo e Márquez. O piloto da Honda passou a corrida toda atrás do francês e só na última volta é que o ultrapassou, ao bom estilo de Marc Márquez. Quartararo ainda tentou na última curva, mas nada feito, Márquez vencia na Tailândia pela segunda vez e torna-se campeão a quatro corridas do fim do campeonato.

Desilusão, na minha opinião, para a prestação de Vinales. A Yamaha oficial mostra mais uma vez que está furos abaixo das Yamaha da Petronas. Quanto à Honda, apesar de Márquez dominar a máquina japonesa, Jorge Lorenzo está aos papeis, terminando em 18º.

Na Suzuki, mais uma boa prestação, com Alex Rins em quinto e Joan Mir em sétimo. Falta agora saber como vão desenvolver esta moto. Será que vão conseguir trazer uma equipa satélite para 2020…

Classificação final GP Tailândia
Fonte: MotoGP

Foto De Capa: MotoGP

Anterior1 de 2Próximo

Comentários