cab desportos motorizados

Público, público e mais público. O que se esperava está a acontecer e muito público está a aparecer nas estradas do norte do país, findo agora o primeiro dia de prova, apesar de ela já ter começado na quinta-feira à noite.

Na frente da prova está um Volkswagen (VW) como seria de esperar; o que não seria de esperar, ou talvez fosse, visto Ogier ir a abrir a estrada, é que o líder fosse Latvala, que ao fim de sete PEC tem 11,1s de vantagem sobre Meeke (Citroen) e 15,9s sobre Mikkelsen, também em VW. O “mata vacas” – como ficou conhecido depois de um acidente no Rali dos Açores em 2010 onde matou duas vacas – começou na liderança e é um dos destaques da prova até agora. Quem também começou bem foi Dani Sordo. O espanhol da Hyundai venceu a primeira PEC de hoje e passou por esta altura pela liderança, mas agora encontra-se em quinto a 21,8s da liderança, tendo 4s de desvantagem para o quarto, Ott Tanak (Ford), e 4s de vantagem sobre o sexto, Ogier.

Nesta que está a ser uma prova quente, pode dizer-se que em todos os sentidos nada está decidido e amanhã será um dia muito interessante, com mais seis PEC que muito podem mudar nesta classificação.

Mas um dos motivos pelos quais a prova está a ser quente é o fogo que está a decorrer em Ponte de Lima, e que fez com que a primeira passagem tivesse de ser interrompida e a segunda cancelada. Também nesta primeira passagem um carro da segurança ardeu, embora sem nenhuma relação com o incêndio florestal.

Anúncio Publicitário

Indo agora aos portugueses, o líder é Miguel Campos, a mostrar que quem sabe não esquece, mesmo não fazendo uma temporada completa desde 2010. O piloto natural de Famalicão beneficiou da desistência de Bernardo Sousa por problemas no radiador do seu 208 T16 para assumir este posto. O piloto madeirense, que é o único português a participar no mundial, era 17º no WRC2, competição que está a ser liderada por Nasser Al-Attiyah num Ford Fiesta RRC. Pedro Meireles é o segundo entre os tugas, e o pódio fica fechado com Miguel Jorge Barbosa, que faz a sua primeira prova em 2015 e a sua primeira no Fiesta R5.

Nas restantes competições em disputa na Rali de Portugal, o WRC3 e o JWRC são liderados por Quentin Gilbert, enquanto na Drive Dmak Cup o líder é Max Vatanen, filho do antigo piloto Ari Vatanen campeão do mundo em 1981. Para terminar, apenas relembro que pode ver-se as duas passagens por Baião às 8h53 na RTP1 e às 14h38 na RTP2.

Comentários