logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

A surpresa do IEM Katowice 2022 | eSports

Com o primeiro torneio em LAN, vinham as grandes expetativas sobre alguns jogadores e equipas. Como vêm os Vitality, após as mudanças de jogadores e após a primeira BLAST? Como estão os G2? O m0NESY é mesmo tudo aquilo que fazem dele? Os NAVI ainda são a equipa mais dominante do mundo?

Estas respostas ficaram quase todas respondidas (excetuando a primeira, ainda estamos numa fase muito prematura do ano para qualquer resposta).

Não foi preciso vermos muitos jogos para nos apercebermos do potencial de m0NESY. O ‘pequeno’ russo tem apenas 16 anos e faz vergar jogadores com bem mais experiência que ele.

Segundo o mesmo, começou a jogar Counter-Strike com 5 anos (o 1.6, na altura). Já o CS:GO, começou aos 9 anos. Para tentar entender o quão absurdo é, fnx, que regressou agora com o “The Last Dance brasileiro”, tem 32 anos. Quando tinha a idade de m0NESY, estava o jovem a nascer. Parece impossível, mas não o é.

Recentemente atingiu as 15 mil horas jogadas no CS:GO. Como tem 16 anos, podemos deduzir que passou cerca de 11% da sua vida inteira a jogar simplesmente CS:GO.

É a nova estrela do cenário mundial e foi absolutamente fundamental na caminhada dos G2 nesta competição. Muitos perguntaram-se se seria capaz de fazer maravilhas em LAN e com os adeptos. A resposta foi dada no servidor.

No duelo mais esperado do torneio, a desforra da final do Major, os G2 enfrentaram os NAVI nas meias-finais do torneio. Tendo em conta a guerra na Ucrânia, é de esperar que s1mple e companhia não estejam na melhor forma a nível mental e competitivo. Ainda que s1mple tenha feito um bom jogo, a equipa cometeu erros a nível de leituras a meio do jogo que normalmente não comete e os G2 aproveitaram. Limparam o adversário com uma vitória por 2-0 e m0NESY foi, talvez, o melhor jogador do jogo, ou pelo menos o mais consistente nos dois mapas.

Porém, o melhor jogo dele no torneio foi contra os Liquid. Acabou com um score de K/D de +27 e com ratings de 1.74 e 1.64, no primeiro e segundo mapas, respetivamente.

Tem sido uma das peças preponderantes para estes “super” G2 e é, sem qualquer sombra de dúvidas, a grande surpresa do torneio. Não porque houvesse dúvidas sobre a sua qualidade ou o seu potencial, mas se os conseguiria traduzir num grande torneio.

Para já, tem parecido um jogador experiente e todos os jogos dele trazem highlights, é futuro do CS:GO.

Foto de Capa: HLTV

É apaixonado por futebol desde cedo, tendo praticado durante uns tempos e, nos últimos anos, descobriu novas paixões: a NBA e os eSports.                                                                                                                                                 O Henrique escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

É apaixonado por futebol desde cedo, tendo praticado durante uns tempos e, nos últimos anos, descobriu novas paixões: a NBA e os eSports.                                                                                                                                                 O Henrique escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA