Mais um negócio confirmado de um jogador carismático e lendário na história do SL Benfica (Bruno Coelho) para o ACCS Futsal Club de França, atual primeiro classificado no seu campeonato e por isso qualificado para a próxima edição da Liga dos Campeões de Futsal da UEFA, em virtude da COVID-19 e correspondente cancelamento do campeonato gaulês.

Com o plantel que está a ser construído no seio do emblema parisiense, arrisco-me a dizer que será um dos fortes candidatos a conquistar a edição 2020/21 da principal prova europeia de clubes. Ao apostar em Bruno Coelho, tira das quadras nacionais uma das maiores lendas do Futsal encarnado e da seleção nacional.

O ACCS Futsal Club garante assim um reforço de peso para o seu plantel com muita experiência e idade, mas ainda com muito para dar ao desporto, ao seu novo clube e também a seleção. Não nos esqueçamos que Bruno Coelho foi o grande herói no EURO 2018, ao marcar o golo da vitória no prolongamento da final, assim como o tento que levou o encontro para o tempo extra.

Um projeto que é muito ambicioso e que para já conta com vários ex-jogadores do Inter Movistar FS: o espanhol Carlos Ortiz; o brasileiro Humberto e o português Ricardinho. Mas também o técnico vindo do gigante espanhol Jesus Velasco, técnico que até 2018/19 representou a equipa interista. Portanto, o treinador espanhol tem a vantagem de conhecer bem alguns dos jogadores com quem irá partilhar o balneário a partir da próxima temporada.

Anúncio Publicitário

É importante referir que o ACCS Futsal Club apenas foi criado em 2014, pelo que ainda é um emblema relativamente jovem e a presença na próxima edição da Liga dos Campeões é uma estreia absoluta em competições europeias. Daí a importância da contratação de elementos com muita experiência na conquista de troféus não só nacionais mas também europeus. Vendo as coisas por este prisma é muito bem pensada a recruta junto do clube mais titulado na antiga UEFA Futsal Cup.

Se, por um lado, o clube francês se torna automaticamente um dos clubes mais fortes e poderosos, logo com maiores aspirações na UEFA Futsal Champions League, o certo é que poderá acontecer o mesmo que no campeonato principal de futebol desse país. Uma certa “falta de competitividade” na sua liga nacional que poderá minar as suas aspirações, um pouco à imagem do que se tem verificado com o Paris Saint-Germain FC, que tem feito um investimento brutal nestes últimos anos, graças ao seu principal investidor saudita. Mas teremos que esperar mais algum tempo para ver se isso sucede.

Foto de Capa: ACCS Futsal Club

Comentários