A evolução da pandemia em todo o Mundo continua a prejudicar o normal desenvolvimento do desporto e por conseguinte, a eventual presença de público em eventos desportivos como no futsal está para já posta de parte. No entanto, o agravamento da situação no continente europeu forçou o aumento do estado de alerta em muitos lados.

Isto fez com que alguns eventos fossem novamente cancelados, assim como o cancelamento dos eventos-piloto. Estes jogos eram vistos como uma experiência que visava perceber a viabilidade de incluir público nos eventos desportivos com todo o cumprimento das regras de distanciamento físico.

Contrariamente ao que algumas pessoas pensam, e aqui admito opiniões completamente contrárias à minha, sinto que as experiências devem ser feitas em jogos de futebol. Estes têm um ambiente mais favorável à não disseminação do novo Coronavírus, em comparação com outras modalidades de pavilhão tradicionais, como o futsal, voleibol ou basquetebol.

Para já, não é realista pensar em voltar aos recintos de jogo como espetador para assistir a um jogo antes de esta fase delicada da nossa vida não estiver completamente ultrapassada, ou pelo menos controlada com o aparecimento da tão ansiada vacina.

Anúncio Publicitário
Com o adiamento do Mundial para 2021, a Argentina passa a ser campeã mundial de futsal durante mais um ano, com o título conquistado em 2016.
Fonte: FIFA

O enfoque principal do meu artigo seria o adiamento dos sempre aguardados e entusiasmantes encontros ibéricos de futsal, na reedição da final do glorioso Euro 2018, entre Portugal e Espanha. Este jogo estava originalmente marcado para 4 e 5 de Novembro, mas que, devido a todo o agravamento da situação na Europa, e salvaguardando a saúde pública, acabou por ser adiado este duplo confronto para data a definir quando tal for oportuno.

Sendo fã desta modalidade e mantendo sempre uma réstia de esperança que o jogo pudesse decorrer nas datas originais, não deixo de ficar triste por ver um encontro deste calibre adiado por mais uns tempos. É preciso esperar por dias melhores no local de realização do encontro, precisamente a zona mais afetada em Espanha, na sua capital Madrid. Seria o primeiro encontro da nossa seleção no pós-pandemia e o primeiro jogo desde o apuramento para o Campeonato do Mundo, no longínquo mês de Fevereiro.

Mundial esse que também sofreu um adiamento para Setembro de 2021, pelas mesmas razões já citadas. A situação atual não está para brincadeiras e assim sendo cuidem-se, sigam as orientações da DGS mas tentem fazer a vossa vida normal, pelo menos naquilo que não envolva contacto físico e grandes ajuntamentos, para ver se passamos esta fase negativa o mais rápido possível.

Foto de capa: UEFA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome