cab futsal

Hoje tenho a minha cadela como musa inspiradora, o que não está propriamente a resultar, porque eu olho para ela com carinho e ela olha para mim como se eu fosse atrasado mental;
no meio desta troca de olhares intensa, ainda rebola para eu lhe fazer festinhas na barriga.
Cadelas… há vários sentidos para a palavra cadela; caso não saibam, há pessoas que empregam a expressão “cadela” quando alguém está fortemente embriagado. “Eía ganda cadela” é uma expressão taberneira relativamente usual. O que é que se passa é que, depois de ver o jogo da selecção de ontem e a paragem cerebral do Rui Patrício, eu só posso acreditar que ele estava com “uma ganda cadela” quando se trocou todo e pensou que estava a jogar com os de branco.

http://www.zimbio.com/photos/Rui+Patr+cio/Portugal+v+Spain+UEFA+EURO+2012+Semi+Final/D5MQInNU1Mf
Fonte: zimbio.com

Podia ficar aqui o dia inteiro a falar do passe preciso do Rui Patrício ou das fintas fabulosas do Nani – se o deixassem, o homem fintava a grande muralha da china, isto sem passar a bola, porque o futebol para o Nani é um jogo de equipa: ele e a bola são uma equipa, os outros que se orientem.

Mas nem tudo é mau no panorama futebolístico nacional: enquanto jogadores como o Rui Patrício confundem o Pepe com o Ben Basat (o que é natural: agora que o Pepe tem cabelo, atrofia toda a gente) e a Selecção Nacional de Futebol vai de mal a pior, a Selecção Nacional de Futsal descobre quem vai defrontar no Europeu de Futsal 2014, que se vai realizar na Bélgica. E surpresa das surpresas, qualificaram-se… SEM PLAYOFFS! Sem espinhas, em primeiro do grupo, só com vitórias. Assim dá gosto!

http://pt.uefa.com
Quadro de Playoffs
Fonte: UEFA.com

Esperemos que se portem bem e que tragam o caneco para casa, tarefa nada fácil com selecções como a Espanha, o Azerbaijão ou mesmo a Itália a competir. Desde que não se lembrem de começar a jogar com os adversários em vez de contra eles, pode ser que consigam uma gracinha; equipa para isso temos, falta-nos, se calhar, um discurso motivacional do Ben Basat: “Acreditem até ao fim, pode ser que eles confundam as camisolas”.

Comentários

Artigo anteriorDeixem-nos ser felizes
Próximo artigoNo princípio era Sport Lisboa e Benfica
O Pedro é uma personagem incontornável no universo benfiquista, principalmente quando se encontra no interior do Estádio da Luz. Os adeptos de cadeiras vizinhas já chegam ao ponto de exclamar "já não te posso ouvir" em jogos mais intensos. A nível de futsal, torce pelos Independentes de Sines.                                                                                                                                                 O Pedro não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.