Anterior1 de 2Próximo

As equipas portuguesas na UEFA Futsal Champions League, Sporting CP e SL Benfica, estão já de olho na Elite Round, mas ainda há uma fase para ser ultrapassada – a Main Round. Na Eslovénia e na Bélgica, as duas formações têm o mesmo objetivo: passar em primeiro lugar para ser cabeça de série do sorteio da fase seguinte.

O Bola na Rede preparou uma antevisão àquilo que leões e águias podem encontrar nos seus respetivos grupos e quais serão as dificuldades para ambos nesta fase algo prematura da competição. Curiosamente, as equipas lusas vão encontrar os campeões nacionais dos respetivos países, sendo que o Benfica também tem esse título de campeão nacional e o Sporting tem o seu estatuto – conquistado o ano passado – de campeão europeu, em Almaty.

NA ESLOVÉNIA COMEÇA A CAMINHADA DO CAMPEÃO EUROPEU 

O Sporting CP irá iniciar a defesa do seu título, na Eslovénia, perante três equipas campeãs pelos seus respetivos países, a saber: a equipa da casa, o KMN Dobovec, o oponente representante da Sérvia, o KMF Ekonomac Kragujevac, e a equipa campeã nacional da Bósnia, o Mostar SG HP Investing, num grupo que coloca três equipas balcânicas em rota de colisão com os leões.

Com o título de campeões da Europa, os leões querem defender bem este estatuto conquistado o ano passado pela primeira vez
Fonte: Sporting CP – Modalidades

Tendo em conta o patamar competitivo leonino, a valia dos adversários e o facto de se apurarem para a fase seguinte os três primeiros classificados de cada grupo creio que esta fase será apenas uma mera formalidade. Pese embora a importância de terminar esta fase no primeiro lugar, dado que evita o confronto com os líderes dos outros grupos, evitando assim os adversários teoricamente mais fortes na ronda de Elite.

Como já referi anteriormente, o Sporting tem este ano o privilégio e a responsabilidade de carregar o estatuto de campeão europeu, pelo que todas as equipas partem para os jogos contra a formação lisboeta com a motivação adicional de tentar “bater o pé” ao atual campeão continental.

Algumas caras novas – Taynan, Bernardo Paçó e Pauleta – podem ajudar a revalidar este título europeu, começando já nesta fase
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

Algo que não deve mexer com a cabeça dos jogadores verde e brancos, habituados a ser um dos “alvos a abater” no campeonato português, tendo atualmente um plantel muito forte, ao nível do estatuto que enverga nesta temporada 2019/20.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários