A CRÓNICA: FUNDÃO CUMPRIU PERANTE VISEU APAGADO

Duas equipas que já cumpriram o objetivo principal da época, mas pretendem ainda chegar mais longe. O Viseu 2001 recebeu a AD Fundão para o primeiro jogo dos quartos de final do play-off para o apuramento do campeão nacional de futsal.

Os visitantes entraram mais pressionantes na partida e conseguiram, através de boas combinações, penetrar na área viseense. Por duas vezes, Mário Freitas podia ter colocado a sua equipa em vantagem, mas Bruno Felipe não deixou.

Anúncio Publicitário

Do lado da equipa da casa, apenas pontualmente conseguia adiantar-se no terreno de jogo. Contudo, não conseguiam levar perigo à baliza de Luan Barbosa.

O Fundão estava melhor na partida e colocou-se mesmo em vantagem. A sete minutos do intervalo, um passe longo cruzado da esquerda por Peléh chegou até Nem que entrou na área viseense e foi abalroado pelo guarda redes adversário. A bola acabou por sobrar para Pedro Senra que, com a baliza deserta à entrada da área, fez o primeiro golo da partida.

Até ao final da primeira parte, o Viseu 2001 teve mais bola e aproximou-se da defensiva adversária, mas sem conseguir criar qualquer lance de perigo. Aliás, foram os visitantes que estiveram mais perto de voltar a marcar, num remate potente de Peléh que Bruno Felipe desviou para cima do travessão.

Na etapa complementar, houve um equilíbrio de forças, sem grandes oportunidades nos primeiros minutos. Se o Viseu 2001 não conseguiu empatar, acabou por ser o Fundão a fazer o segundo. Numa reposição lateral, Pedro Senra lançou a bola para dentro da área viseense, com o esférico a embater em Matheus Jorge e a entrar dentro da baliza.

A partir do golo, o ritmo do jogo caiu, mas os ânimos exaltaram-se. Os jogadores envolveram-se em trocas de palavras e empurrões, com o árbitro a ver-se obrigado a distribuir alguns cartões amarelos para elementos das duas equipas.

O Viseu 2001 ainda apostou no guarda-redes avançado nos últimos cinco minutos, mas foi o adversário a estar mais próximo de engordar o resultado, nos últimos segundos do jogo.

Com esta vitória no terreno dos rivais, o Fundão pode conseguir o apuramento para as meias finais, no próximo jogo a disputar no seu pavilhão.

 

A FIGURA

Pedro Senra – Não esteve muito ativo no jogo, mas foi decisivo quando interviu. Fez o primeiro da partida e conseguiu, de forma inteligente, que uma reposição lateral que parecia inofensiva se transformasse em golo, ao colocar a bola com muita força a embater em Matheus Jorge.

O FORA DE JOGO

Minutos iniciais do Viseu 2001– Uma das imagens de marca dos viseenses é a pressão, por vezes asfixiante, que a equipa exerce sobre os seus adversários nos primeiros minutos, com oportunidades de golos umas atrás das outras. Contudo, hoje não aconteceu e isso parece ter tido repercussão no resto do jogo.

 

ANÁLISE TÁTICA – VISEU 2001

A equipa viseense entrou mais expectante do jogo do que o habitual. Paulo Fernandes tentou explorar as transições rápidas pelas laterais, mas sem grande aproveitamento.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Bruno Felipe (7)

Pedro Peixoto (6)

Matheus (5)

Kiko (6)

Rafa Stocker (5)

SUBS UTILIZADOS

Russo (5)

Lucas Otanha (6)

Caio Santos (6)

Lucas Amparo (5)

Daniel Ramos (5)

Lukinhas (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – AD FUNDÃO

Nuno Couto tentou através de combinações e de ataque apoiado chegar à baliza adversário. Em especial pelo lado direito, com Nem, a ser organizador das iniciativas, a equipa do Fundão conseguiu causar vários calafrios à defensiva viseense.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Luan (7)

Pedro Senra (8)

Guilherme Meira (6)

Nem (8)

Mário Freitas (7)

SUBS UTILIZADOS

Tiago Couto (-)

Jair (7)

Peléh (7)

Felipe Leite (6)

Wilson Cabral (-)

 

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

AD Fundão

BnR: O Fundão consegue a vitória na partida. Que balanço faz do jogo?

Nuno Couto (Coordenador técnico): O jogo poderia ter claramente mais golos, atendendo às oportunidades que houve, mas mais claro para a equipa do Fundão. Cumprimos com aquilo que nós críamos a nível de rigor e de intensidade defensiva. Tivemos muita qualidade nos momentos com bola, proporcionamos poucas transições ao Viseu, que é onde eles são mais fortes. Parece-me uma vitória justa.

Viseu 2001

Não foi possível colocar questões ao técnico do Viseu 2001, Paulo Fernandes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome