logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Hóquei em Patins Final

14 anos depois, águias e dragões reencontram-se na Final | Hóquei em Patins

No desempate, Girão vestiu a capa de herói e permitiu que a sua equipa vencesse por 2-1. No jogo 2, na Luz, o Benfica resolveu praticamente a questão no primeiro tempo, quando vencia por 3-1. Na segunda parte, o Sporting ainda reduziu por Toni Pérez, mas o destaque acabou por não ser o jogo jogado. Num episódio totalmente lamentável, os jogadores de ambas as equipas envolveram-se, por diversas vezes, em cenas de pancadaria e mancharam mais um grande jogo de Hóquei em Patins.

Águias forçaram a “negra” e venceram perante um Pavilhão João Rocha a rebentar pelas costuras
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Com os ânimos mais apaziguados, o Sporting voltou a levar a melhor no Pavilhão João Rocha. Ferran Font, Alessandro Verona, João Souto e Nolito Romero marcaram os golos dos leões que venceram, sem contestação, por 4-2. No regresso ao Pavilhão da Luz, as águias responderam da mesma moeda e salvaram o match-point do seu rival. A 20 minutos do fim, os leões até venciam por 1-3, mas uma grande segunda parte das águias, com três golos em nove minutos, ditou a vitória do Benfica, por 5-3 – Diogo Rafael marcou, de baliza aberta, nos segundos finais.

A fechar esta estonteante série, o SL Benfica entrou a ganhar – como fez em todos (!) os jogos da meia-final –, mas permitiu a recuperação do Sporting no início do segundo tempo, empatando o jogo a três. Depois, no espaço de um minuto, Álvarez e Ordoñez fizeram o 3-5, mas nos últimos cinco minutos, os leões voltaram a empataram, contando com o quinto golo a apenas oito segundos do fim. No prolongamento, Edu Lamas assumiu o papel de herói, marcou dois golos e fixou o resultado final em 5-7.

Nestes dois jogos, o destaque individual vai, claramente, para Gonçalo Alves, que apontou 10 dos 15 golos do FC Porto. Se alargarmos a escala aos cinco jogos do play-off, o internacional português marcou 13 dos 25 golos da sua equipa. É, sem dúvida, um dos jogadores a ter em conta para a Final.

Por outro lado, pela negativa ficam todos os incidentes que marcaram os jogos 2 e 5 da meia-final entre o SL Benfica e o Sporting CP. São cenas lamentáveis as que assistimos dentro e fora do ringue de jogo, com protagonistas das duas equipas e que merecem uma reflexão por parte de quem de direito. Em jeito de “ajuda” fica este artigo escrito pelo redator Bola na Rede, Nuno Almeida, referente ao jogo da Luz.

Assim, a Final será disputada pelo FC Porto e pelo SL Benfica, novamente à melhor de cinco jogos. A primeira partida disputa-se já esta quinta-feira, a partir das 15 horas, no Dragão Arena. O jogo 2 é no domingo, na Luz, à mesma hora. O jogo 3, que pode ditar o Campeão Nacional de Hóquei em Patins, acontece no dia 22, quarta-feira, às 20 horas, a norte do país. Caso seja necessário, a quarta partida volta a acontecer na capital portuguesa, às 15 horas de dia 25 (sábado). Por fim, a negra acontece no Dragão, às 20 horas de dia 29 (quarta-feira).

O Tiago nasceu em Abrantes e, atualmente, estuda em Portalegre, cidade para onde partiu em busca do seu sonho no meio do Jornalismo. Está ligado ao Desporto desde sempre e gosta de rebater as suas opiniões até à última. O Ciclismo e o Futebol - não o 'jogo da bola' - são as suas paixões, sem nunca descurar o Hóquei em Patins, o Futsal e o brilhante mundo dos Esports.

O Tiago nasceu em Abrantes e, atualmente, estuda em Portalegre, cidade para onde partiu em busca do seu sonho no meio do Jornalismo. Está ligado ao Desporto desde sempre e gosta de rebater as suas opiniões até à última. O Ciclismo e o Futebol - não o 'jogo da bola' - são as suas paixões, sem nunca descurar o Hóquei em Patins, o Futsal e o brilhante mundo dos Esports.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA