Cabeçalho modalidades

Desde o passado domingo que em Fanano, Itália, se está a realizar mais uma edição do Campeonato Europeu de Hóquei em Patins no escalão de Sub-17, onde Portugal tenta recuperar o título perdido em 2016 para Espanha no golo de ouro.

Terminada a fase de grupos, não houve nenhuma surpresa nos quatro classificados para as meias-finais. Espanha, Itália, Portugal e França terminaram na primeira e segunda posição dos respetivos grupos e vão decidir o novo campeão europeu de Sub-17.

No grupo A, Espanha e Itália venceram todos os jogos e ontem, no confronto em ambas, acabou por ser a seleção espanhola a levar a melhor, ao vencer por 5-4, num jogo com duas partes completamente distintas. Se a primeira parte demonstrou uma Espanha muito superior à Itália, com os guarda-redes transalpinos a ajudarem à festa, a segunda parte foi totalmente diferente. Apesar de Marti Gabarró ainda ter apontado o 5-1, a seleção de Tommaso Colamaria ia começando a mostrar melhorias e aos poucos recuperou até aos 5-4, quando ainda haviam cinco minutos para se jogar. Contudo, o resultado não se voltou a alterar e “nuestros hermanos” confirmaram o primeiro lugar do grupo A.

Ainda no mesmo grupo, destaque para o terceiro lugar obtido pela Inglaterra, pese embora as suas três derrotas, que permitem ao conjunto orientado pelo português José Carlos Amaral, conquistar uma das suas melhores classificações de sempre num europeu desta categoria.

Anúncio Publicitário

No Grupo B, Portugal teve duas jornadas iniciais bastante fáceis. Primeiro, defrontou a seleção da Áustria que goleou sem qualquer dificuldade por claros 9-1. Depois, na segunda jornada, teve um jogo teoricamente mais difícil contra a Suíça que venceu por 4-1. Contudo, o resultado foi escasso para o volume ofensivo criado pelos comandados de Nuno Ferrão. Logo, o jogo acabou por ser mais fácil do que o esperado e o score final muito enganador. Ontem, após o dia de descanso, a seleção voltou à competição e teve um jogo mais complicado do que o esperado, mas conseguiu vencer Andorra por 3-0.

Chegado o último dia da fase de apuramento, Portugal defrontou a França no jogo que decidia o primeiro lugar do grupo e não facilitou. A primeira parte demonstrou uns “Ursinhos” superiores, assim como, eficazes e ao intervalo já venciam por 3-0. Na segunda metade, a seleção nacional entrou extremamente bem e em dez minutos diabólicos aumentaram a vantagem para 6-0. Todavia, o resultado ainda não estava fechado pois, já dentro do último minuto, Gustavo Pato converteu com sucesso um livre-direto e fixou o score final em 7-0.

José Gonçalves é um dos melhores marcadores da prova com sete golos Fonte: CERS-Rink Hockey/Marzia Cattini
José Gonçalves é um dos melhores marcadores da prova com sete golos
Fonte: CERS-Rink Hockey/Marzia Cattini

Foram boas as indicações deixadas por Portugal na fase de grupos, sobretudo no jogo de hoje, que permitem sonhar com a conquista do europeu. No entanto, a Espanha também se apresentou a muito bom nível, por isso, acredito que a final dos últimos dois europeus se vai voltar a repetir no sábado. Porém, amanhã ainda existem as meias-finais e tanto Itália como França quererão provocar uma surpresa.

Nota ainda para a utilização de placards eletrónicos que, tal como no basquetebol, indicam o tempo de ataque disponível para cada equipa, ferramenta que facilita imenso o trabalho dos árbitros. Relembrar que no caso do hóquei em patins, o tempo de ataque que cada equipa tem para rematar à baliza é de quarenta e cinco segundos.

Para esta sexta-feira, o calendário do Europeu de Sub-17 é o seguinte:

9º e 10º Lugar

Áustria-Israel às 12h00

5º ao 8º Lugares:

Alemanha-Andorra às 14h00

Inglaterra-Suíça às 16h00

Meias-Finais:

Portugal-Itália às 18h00

Espanha-França às 20h00

Todos os jogos do Campeonato Europeu de Hóquei em Patins Sub-17 que se está a realizar em Fanano, Itália, tem transmissão em direto através do canal de Youtube da Cers TV.

Foto de Capa: CERS-Rink Hockey/Marzia Cattini