logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

OC Barcelos 1-2 UD Oliveirense: Forasteiros ultrapassam minhotos

A CRÓNICA: APATIA BARCELENSE DEFINIU DESTINO

O OC Barcelos foi surpreendido em casa pela Oliveirense, num jogo atípico com poucos golos.

Na primeira parte, o jogo esteve bastante dividido e decorreu a um ritmo baixo.

Aos 6´, em lance individual, Xavier Cardoso entrou na área do Barcelos, contornou os defesas adversários e atirou para o fundo da baliza de Conti.

Depois do golo, a Oliveirense baixou as linhas e conseguiu controlar o jogo, com a equipa da casa a demonstrar bastante dificuldade em criar situações de perigo para a baliza adversária. Os minhotos ainda tiveram uma grande penalidade a seu favor, mas Diogo Fernandes susteve o remate de Miguel Rocha.

No segundo tempo, os jogadores do Óquei de Barcelos estiveram mais expeditos no ataque, mas as ideias não eram muito eficazes.

Aos 7´ da segunda parte, o ataque barcelense conseguiu chegar à baliza adversária em transição rápida, mas Alvarinho não conseguiu bater Diogo Fernandes. Em resposta, a Oliveirense lançou-se no contra-ataque e, numa boa jogada de equipa, Xavier Cardoso assistiu Marc Torra para o segundo tento da partida.

Pouco tempo depois, a Oliveirense teve ainda oportunidade de chegar ao terceiro golo de livre direto, mas Conti defendeu o remate de Marc Torra. Nos dois minutos seguintes, o Barcelos ficou a jogar com menos um e as dificuldades ofensivas aumentaram.

Depois de mais uma grande penalidade defendida pelo guarda redes da Oliveirense e de alguns lances mais perigosos, o Barcelos só conseguiria ao golo a poucos segundo do final do encontro. Na sequência de um livre direto, Diogo Fernandes defendeu o remate de Torra, mas, na recarga, André Centeno reduziu para a margem mínima.

Com este resultado, a UD Oliveirense ultrapassou na classificação a equipa do OC Barcelos que continua em queda.

A FIGURA

Diogo Alves e Diogo Fernandes – Os guarda redes da Oliveirense foram absolutamente decisivo ao manter a sua baliza inviolada até a nove segundos do final. Diogo Fernandes defendeu as quatro bolas paradas e Diogo Alves susteve vários remates defendidos em jogo corrido, segurando assim a vitória.

O FORA DE JOGO

Desinspiração ofensiva do OC Barcelos – É verdade que Diogo Fernandes não deu muitas chances, mas também os jogadores da equipa da casa não mostraram criatividade em muitos momentos do jogo, ajudando o objetivo da Oliveirense em manter o ritmo de jogo baixo.

ANÁLISE TÁTICA – OC BARCELOS

A equipa de Rui Neto apresentou-se com jogo em posse, à procura de Giménez foi o maestro a organizar o ataque organizado do Barcelos. No entanto, o ritmo de jogo foi baixo e o dinamismo ofensivo foi insuficiente, acabando por prejudicar a eficácia ofensiva. Faltou pressão na recuperação da bola e essa situação permitiu à equipa adversária de segurar a bola ou lançar transições rápidas.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Conti (6)

Zé Pedro (6)

Alvarinho (6)

Danilo Rampulla (5)

Darío Giménez (5)

SUBS UTILIZADOS

Joka (-)

Luís Querido (6)

André Centeno (6)

Joca Guimarães (5)

Miguel Rocha (5)

 ANÁLISE TÁTICA – UD OLIVEIRENSE

A equipa de Paulo Pereira colocou-se a vencer e pode assim controlar o jogo a ritmo baixo perante a apatia do OC Barcelos. Quando podiam, os jogadores da Oliveirense tentavam chegar à baliza adversária através de transições rápidas e foi assim que chegaram ao segundo golo.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Diogo Fernandes (9)

Xavier Cardoso (8)

Platero (6)

Xanoca (6)

Jorge Silva (6)

SUBS UTILIZADOS

Diogo Alves (-)

 Nuno Araújo (6)

Marc Torra (6)

Martinez (6)

Ferruccio (6)

Foto de Capa: OC Barcelos

Curioso em múltiplas áreas, o desporto não podia escapar do seu campo de interesses. O seu desporto favorito é o futebol, mas desde miúdo, passava as tardes de domingo a ver jogos de basquetebol, andebol, futsal e hóquei nacionais.

Curioso em múltiplas áreas, o desporto não podia escapar do seu campo de interesses. O seu desporto favorito é o futebol, mas desde miúdo, passava as tardes de domingo a ver jogos de basquetebol, andebol, futsal e hóquei nacionais.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA