logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Boccia: Uma modalidade para conhecer

modalidades cabeçalho

Com o intuito de continuar a dar voz a modalidades paralímpicas, habitualmente, fora do radar mediático, hoje destaco o Boccia. Uma das modalidades deste segmento com maior sucesso no nosso país, sendo a par do atletismo adaptado as que mais alegrias nos deram em Paraolimpíadas.

COMO TUDO COMEÇOU

A referida modalidade descende de um jogo praticado na Grécia antiga, portanto, de origens bem ancestrais! A civilização romana seria a grande responsável por o difundir no velho continente, originando bem mais tarde ao Boccia. Este é um desporto de lançamento da família da Petanca e do Bowling  que cresceu após o términus das duas grandes guerras, fruto dos estragos que daí advieram. De referir que fora do continente Europeu o primeiro país onde se desenvolveu foi no Brasil, ainda hoje uma das potências mundiais.

Em Portugal surge corria o ano de 1983, fruto de um evento organizado pela APPC- Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral, em estreita colaboração com a CP-ISRA- Associação Internacional de Desporto e Recriação para a Paralisia Cerebral, sendo no ano seguinte incluída como modalidade de demonstração nos campeonatos nacionais para indivíduos portadores de paralisia cerebral, competição esta que teve lugar no complexo do Jamor. De resto este seria um ano de ouro para o referido desporto, visto esta ser a data da estreia em Paraolimpíadas nos Jogos de Nova Iorque, algo que se considera um marco na afirmação do Boccia, reconhecido   pelas mais altas instâncias mundiais.

MUITO MAIS QUE UM SIMPLES DESPORTO

Sendo o Boccia uma modalidade que estimula: o desenvolvimento muscular, cerebral, motor, cognitivo, bem como as relações interpessoais:  aspetos cruciais para pessoas com certo tipo de limitações, é também e nos últimos tempos bastante incrementado e adaptado junto dos idosos, ainda que com diferentes regras face ao Boccia tradicional, pois estimula a parte cógnito-sensorial mantendo-os física e mentalmente ativos, dado que a tática, a estratégia e a habilidade  são traves mestras para o sucesso neste fantástico desporto. A esta espécie de submodalidade dentro do desporto mãe, mas com caracter de lazer dá-se o nome de Boccia Sénior, que segundo dados viu na época desportiva anterior mais de 800 séniores em representação de mais de três dezenas de clubes/organizações inscritos. De referir que o modelo competitivo está assente num campeonato nacional, com direito a fase final e  na disputa da Taça de Portugal, á semelhança do adotado na vertente tradicional.

O Diogo é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos. Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.

O Diogo é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos. Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.

FC PORTO vs CD TONDELA