Anterior1 de 2Próximo

Entre os corredores dos pavilhões dos Jogos Universitários vai-se cochichando, por entre várias línguas e dialectos, que o fator casa é bastante importante e que o sucesso da Universidade de Coimbra se deve ao mesmo.

Não se pode negar a ajuda vinda das bancadas, mas no Andebol, por exemplo, a Universidade de Coimbra (UC) era a única equipa não cotada em ranking e conseguiu um honroso 9º lugar. Ou seja, a competência também conta. E, nesse aspecto, a judoca Catarina Costa merece todo o mérito por ter vencido a categoria de -48kg, tornando a UC mais líder no ranking de medalhas (9, mais 3 do que as Universidades de Reading e Estrasburgo).

Adivinham-se, também, medalhas portuguesas no Futsal e no Rugby de 7 para os últimos dias de competição.

Num duelo entre equipas lusas, a Universidade de Coimbra levou a melhor
Fonte: Bola na Rede

No Rugby de 7 feminino, a Universidade de Coimbra tem demonstrado uma garra imensa, apesar de todas as contrariedades (ontem, disputaram o último encontro em inferioridade numérica depois de terem visto) e tem em vista, pelo menos, a medalha de bronze. Nos masculinos, a concorrência é apertada, e apesar de haver legítimas ambições de uma medalha, a tarefa torna-se cada vez mais àrdua. A Universidade do Porto também se apresenta em ambas as categorias, mas com resultados inferiores.

Anúncio Publicitário

No que ao Futsal diz respeito, hoje foi um dia de decisões. No lado feminino, Portugal ficou sem representantes depois da Universidade de Coimbra ter sido eliminada nos quartos-de-final. Já que no que aos rapazes diz respeito, houve três equipas lusas em prova… e duas delas apuraram-se para as meias-finais dos Jogos – a UC bateu a UBI por 5-1 e a Universidade do Minho eliminou a Universidade de Belgrado por 1-0.

Pedro Machado

Anterior1 de 2Próximo

Comentários