No fim-de-semana passado disputaram-se os campeonatos nacionais de Natação. O local escolhido foram as Piscinas do Jamor. Nelas nadaram do melhor que há na natação portuguesa, representando os melhores clubes da modalidade. E, mais uma vez, a equipa do Sporting CP foi superior em relação às restantes: sagrou-se octocampeão nacional da modalidade em masculinos e vice-campeão em femininos.

Nesta última, as leoas morderam, até à última, os calcanhares das nadadoras do Sport Algés e Dafundo. Apesar de não terem conseguido o título, as nadadoras de Alvalade estão há cerca de 14 anos consecutivas no pódio da competição. Um dia, será o dia de também elas se sagrarem campeãs nacionais, tal como já foram outrora. Com estes brilhantes resultados, o Sporting deixou para trás os eternos rivais do SL Benfica e do FC Porto que, apesar das boas prestações – estiveram também eles no pódio – encontraram-se uns furos abaixo da equipa leonina.

Com a conquista do oitavo título consecutivo de Natação em masculinos, os Leões reforçam a sua hegemonia nas piscinas nacionais
Fonte: Sporting CP

A formação de Alvalade foi capitaneada por Pedro Pinotes, contando ainda com o “astro das águas” Alexis Santos, que estabeleceu a melhor marca portuguesa nos 50 metros costas – 25’’44. Destaque ainda para João Vital, nadador verde e branco, que obteve um resultado que lhe dá o passaporte para Mundial que se disputará em julho deste ano na Coreia do Sul.

No cômputo geral, a formação masculina bateu dois recordes nacionais: o de 4×100 metros estilos e o 4×200 metros livres. No final da competição, a satisfação de Santos era evidente em declarações ao Jornal Sporting: “Ver que conseguimos ter os mais novos bem-sucedidos na equipa sénior é um orgulho gigante”. Na mesma senda, e também em declarações ao órgão de comunicação oficial do clube, o diretor da secção, Carlos Cruchinho, alinhou pelo mesmo diapasão: “Foram insuperáveis. Tiveram uma determinação tremenda. Pareceu fácil, mas não foi”.

Anúncio Publicitário

Com estes resultados, o Leão afirma toda a sua supremacia nas piscinas nacionais. Depois de tantos êxitos em várias modalidades nesses pavilhões e pistas fora, o Leão reforça agora o seu estatuto de “Rei da água”.

Foto de Capa: Sporting CP

Comentários

Artigo anteriorDo sonho ao pesadelo
Próximo artigoManchester City FC 1-0 Tottenham Hotspur FC: Margem mínima que serve e bem
O Simão é psicólogo de profissão mas isso para aqui não importa nada. O que interessa é que vibra com as vitórias do Sporting Clube de Portugal e sofre perante as derrotas do seu clube. É um Sportinguista do Norte, mais concretamente da Maia, terra que o viu nascer e na qual habita. Considera que os clubes desportivos não estão nos estádios nem nos pavilhões, mas no palpitar frenético do coração dos adeptos e sócios.                                                                                                                                                 O Simão escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.