Buccaneers 35-22 Falcons: Faltou a terceira

Depois de duas vitórias (algo surpreendentes), os Falcons voltaram a perder, desta vez frente aos Buccaneers.

Numa exibição que tinha tudo para correr mal, Jameis Winston conseguiu levar os seus Buccaneers a nova vitória.

Um jogo de parada e resposta até ao intervalo, o quarterback dos Buccaneers teve uma exibição à sua imagem. Com 18 passes para 323 jardas, três touchdowns e duas interceções, Winston foi capaz do melhor e do pior mas talvez o momento mais marcante da tarde tenha sido o seu passe para o defensive tackle Vita Vea que, com 157 quilos, se tornou no jogador mais pesado da história da NFL a marcar um touchdown.

Foi assim um jogo que deixa Tampa Bay com quatro vitórias e sete derrotas mas onde o ataque continua muito abaixo do que era esperado.

Anúncio Publicitário

Panthers 31-34 Saints: Em cima do apito

Entrando para esta jornada como um dos candidatos ao título, não se esperavam tantas dificuldade por parte de New Orleans em derrotar uma equipa de Carolina que tem mostrado muitas falhas ofensivas nos últimos jogos.

Os Saints entraram melhor no encontro e depressa chegaram a uma vantagem de 0-14. Contudo, ainda antes do intervalo, os Panthers conseguiram aproximar-se e ficar a apenas dois pontos. Com esta aproximação, depois do descanso Drew Brees e companhia entraram com tudo e ao marcarem touchdowns em dois ataques consecutivos, voltando a ter uma larga vantagem, apenas para verem Carolina voltar a empatar já no último período.

Com dois minutos para o fim, Joey Slye, kicker dos Panthers falhou um field goal que lhes daria a vantagem e, para piorar a situação para a sua equipa, com segundos para o final do jogo, Wil Lutz dos Saints rematou certeiro dando-lhes a vitória.

Seahawks 17-9 Eagles: Wentz volta a desiludir

Foi uma vitória pouco convincente, mas foi o suficiente para Seattle se manter na corrida pelo topo da classificação.

Na sua quarta vitória consecutiva, Seattle beneficiou das lesões em Philadelphia e de uma noite fraca do quarterback Carson Wentz que terminou com 33 passes para 256 jardas, um touchdown e duas interceções e terminou lesionado.

De resto, Russel Wilson, um dos dois principais candidatos ao título de MVP, teve uma noite discreta (13 passes para 200 jardas, um touchdown e uma interceção) e começa a perder folga em relação a Lamar Jackson que semana após semana continua a maravilhar quem o vê jogar.

É preciso destacar a defesa de Seattle que, sem Jadeveon Clowney, conseguiu frustrar o ataque adversário e foi fundamental para esta vitória.

Lions 16-19 Redskins: Surpreendente!

Os Washington Redskins, uma das equipas mais disfuncionais da liga, conseguiram a sua segunda vitória da temporada ao baterem os Lions.

Apesar de uma exibição aceitável por parte do rookie Dwayne Haskins, que terminou com 13 passes para 156 jardas, zero touchdowns e uma interceção, os Redskins aproveitaram uma exibição ainda pior de Jeff Driskel (20 passes para 207 jardas, um touchdown e três interceções) para conseguirem voltar às vitórias depois de quatro derrotas consecutivas.

De resto o momento marcante foi o kickoff return de Steven Sims Jr, que correu para 91 jardas, e o único touchdown dos Redskins que lhes permitiu conseguir a vitória.

Depois de quatro derrotas, os Redskins voltaram a vencer
Fonte: Washington Redskins

Raiders 3-34 Jets: Surpresa da semana!

Depois de vitórias moralizadoras para ambas as equipas na jornada passada, os Jets confirmaram o bom momento e surpreenderam os Raiders que viram os Steelers passarem-lhes à frente na luta pelos playoffs.

Com um ataque aparentemente revitalizado e uma defesa que parece ter acertado o passo, os Jets conseguiram a sua terceira vitória consecutiva a marcar 34 pontos e dominaram de início ao fim. Apesar de terem sido os Raiders a marcar primeiro, Sam Darnold voltou a mostrar a sua qualidade e com 20 passes para 315 jardas, dois touchdowns e zero interceções, parece ter expurgado os fantasmas que o assombraram no início da época.

Quanto à equipa de Oakland, depois de ter dado um passo importante na corrida pelos playoffs na semana passada, vê agora esse objetivo ficar mais complicado com a vitória dos Steelers e aumenta a importância da próxima jornada em que vão enfrentar os Chiefs.