Jaguars 20-42 Titans: Tannehill em destaque

Os Titans parecem ter acertado com a mudança de Marcus Mariota por Ryan Tannehill visto terem conseguido quatro vitórias e uma derrota nos seus últimos cinco jogos enquanto titular.

Numa nova exibição frustrada do ataque de Jacksonville, os Titans foram donos e senhores do encontro e explodiram no terceiro quarto, um período fundamental para esta vitória. Com um ataque de corrida em grande forma graças a Derrick Henry, os Titans parecem uma equipa diferente e com seis vitórias e cinco derrotas ainda podem causar muita mossa na classificação final.

Cowboys 9-13 Patriots: Dallas volta a falhar

Este era visto como o jogo chave da época dos Cowboys e que iria determinar se esta equipa era realmente uma candidata ou não. O resultado foi claro.

Anúncio Publicitário

Com um Tom Brady debilitado e um ataque, a espaços, sem gás, Dallas foi incapaz de concretizar e permitiu aos Patriots conseguirem a sua décima vitória.

New England rapidamente chegou à vantagem e apesar da boa resposta de Dallas que conseguiu reduzir, ao intervalo a vantagem era da equipa de Brady. Depois de um terceiro quarto sem qualquer tipo de ação ofensiva, os Patriots acabaram por selar a sua vitória com um field goal que deixou o resultado em 6-13.

Apenas um equipa como os Patriots pode ser criticada quando se encontra no topo da classificação com dez vitórias e uma derrota. No entanto, e por terem uma fasquia tão alta, é que lhes é esperado mais, e neste momento, o seu ataque continua a não estar ao nível da defesa.

Apesar das dificuldades, New England continua a vencer
Fonte: New England Patriots

Packers 8-37 49ers: Defesa continua em destaque

Ao longo da época tem ficado provado que a defesa de San Francisco é uma das melhores do campeonato e umas das razões para os 49ers serem colocados como candidatos ao título.

No entanto, neste encontro foi a linha ofensiva de San Francisco que esteve em destaque. Aaron Rodgers, um dos melhores quarterbacks da história da NFL, parecia a espaços um rookie, não sendo capaz de criar jogadas dada a pressão a que era submetido.

De tal forma era a pressão criada pelos 49ers que Green Bay apenas conseguiu uma conversão de terceiro down em 15 tentativas, e tal aconteceu já perto do final do encontro com o resultado decidido.

Semana após semana, a equipa de Jimmy Garoppolo continua a confirmar que tem qualidade e que é um candidato legítimo ao título mas se quiser calar de vez as vozes duvidosas, uma vitória na próxima jornada frente aos Ravens será chave.

Ravens 45-6 Rams: Mais uma “goleada”

Os Ravens parecem estar imparáveis. Com Lamar Jackson a continuar a sua época histórica e cada vez mais perto do título de MVP, Baltimore tem demolido adversário atrás de adversário e desta vez foram os Rams a vítima.

Esta equipa de LA parece totalmente diferente daquela que disputou o Super Bowl há cerca de oito meses. A falta de ideias do plano ofensivo e a inconsistência do plano defensivo têm sido constantes ao longo da época e muito pouco características de Sean McVay, ele que tomou a liga de assalto na época passada.

Quanto a Baltimore, o seu ataque continua imparável mas vão ter um adversário de peso na próxima jornada, quando defrontarem a forte defesa de San Francisco que tem conseguido parar tudo o que se coloca do outro lado da linha de scrimmage.

Foto De Capa: NY Jets

Revisto por: Jorge Neves