Segundo Período: El Rei D. Carey Price.

O Desejado voltou, numa manhã de nevoeiro. Depois de 11 jogos de ausência, Carey Price regressou à baliza dos Montreal Canadiens, para alegria do povo. Price não quis desmanchar o mito e regressou em grande estilo, na vitória por 3-0 sobre os Buffalo Sabres, que interrompeu uma série de cinco derrotas consecutivas dos Habs. 36 defesas e nenhum golo sofrido. O bom velho Carey Price, portanto. Os Canadiens têm 21 pontos em 24 jogos, o que parece mau, mas os playoffs estão apenas a quatro pontos de distância. Ainda é possível e isso só aumenta a esperança no mito de Carey Price.

Os wild cards serão difíceis de alcançar, devendo ir para duas equipas da Divisão Metropolitana. Neste momento, Rangers e Capitals ocupam essas posições com 28 e 29 pontos respetivamente. O caminho mais provável para os playoffs será através do terceiro lugar da Divisão Atlântico, atualmente ocupado pelos Detroit Red Wings com 25 pontos. Problema: os Canadiens não só têm de recuperar estes quatro pontos, como precisam de ultrapassar Ottawa Senators e Boston Bruins, que vão com 22 e 24 pontos. Numa liga em que há jogos que distribuem mais pontos do que outros, recuperar terreno torna-se mais difícil.

Fonte: NHL
Fonte: NHL

Só por si, esta já é uma tarefa hercúlea, mas há outra barreira a considerar. A verdade é que este foi o primeiro jogo em que vimos o verdadeiro Carey Price. Esta época, ele tem estado irreconhecível. Em 11 jogos antes da lesão, sete derrotas e uma percentagem de defesas de 87.7%. Resumindo, Price tem aproximadamente 50 jogos para dar a volta a uma das piores épocas da sua carreira, enquanto tenta levar uma equipa, com o 2º pior ataque da liga, do penúltimo lugar na divisão aos playoffs, exatamente um ano antes do seu contrato milionário entrar em vigor ($84 milhões de dólares por 8 anos). Sem pressão, Carey.