SITE TEMPORÁRIO

26 de Janeiro, 2022

NHL: O peso das expectativas

Segundo Período: NHL, daqui fala Houston.

Esta semana veio a público uma reunião entre Gary Bettman, comissário da NHL, e Tilman Fertitta, o dono dos Houston Rockets. O propósito da reunião foi avaliar as possibilidades de Houston vir a receber uma equipa de hóquei no gelo. Quando questionado sobre essa possibilidade, Gary Bettman afirmou não haver planos imediatos, mas admitiu que “se Houston expressar interesse em ter uma franquia da NHL, nas condições certas, é algo a considerar”.

Uma nova expansão, tão perto do nascimento dos Vegas Golden Knights, é difícil de prever, já a deslocalização de uma equipa já existente é outra história. Esta notícia aparece numa altura em que várias equipas estão com problemas em arranjar novos pavilhões. New York Islanders, Arizona Coyotes, Calgary Flames e Ottawa Senators estão com situações indefinidas. Os Islanders e os Coyotes são problemas crónicos. Em relação aos Flames, as negociações estão totalmente paradas, depois de Naheed Nenshi, mayor de Calgary que se opunha à utilização de dinheiros públicos para a construção de um novo pavilhão, ter sido reeleito. Como quem não quer a coisa, Gary Bettman introduziu também os Ottawa Senators nesta conversa ao afirmar que o Canadian Tire Center está a chegar ao fim do seu ciclo de vida e que a equipa precisa de ter um pavilhão mais perto do centro da cidade. Esta tem sido a principal causa apontada para as fracas assistências dos jogos dos Senators. Bettman repetiu várias vezes que não ameaça ninguém, mas o timing desta reunião é, no mínimo, suspeito.

O Toyota Center é a casa dos Houston Rockets, mas foi construído também a pensar no hockey Fonte: The Athletic
O Toyota Center é a casa dos Houston Rockets, mas foi construído também a pensar no hockey
Fonte: The Athletic

Quanto a Houston, parece um candidato muito válido. A NHL olha para três coisas essenciais quando avalia potenciais novas equipas: proprietário, recinto e mercado. Tilman Fertitta adquiriu os Houston Rockets em Setembro por $2.2 biliões de dólares e desde o início admitiu que pretendia ter uma equipa da NHL a jogar no mesmo recinto. Ele é dono de uma das maiores empresas na área da restauração nos EUA. Pavilhão também já há. O Toyota Center tem espaço para acolher 17500 pessoas e está capacitado a receber jogos de hóquei. Por último, o mercado, e é aqui que esta possibilidade se torna muito interessante para a NHL. Houston é a quarta maior cidade dos EUA, apenas atrás de Nova Iorque, Los Angeles e Chicago. Não há nenhum mercado maior na América do Norte onde a NHL não esteja. Por tudo isto, é fácil de ver que, apesar de ter chegado bem depois de Seattle e Quebec City, Houston passou a ser a favorita a ser a próxima cidade a ter uma equipa da NHL.