cab Rugby

Disputado desde 1903 e reformulado em 1995 (com a inclusão da África do Sul) e em 2011 (com a entrada dos Pumas), o The Rugby Championship é uma das mais entusiasmantes competições de rugby, onde quatro selecções disputam o trono de melhor selecção do Hemisfério Sul.

Nova Zelândia, Austrália, África do Sul e Argentina. Todas com grandes ambições: os All Blacks pretendem reconquistar o trono após perderem o troféu para os Wallabies na época passada; por sua vez, os australianos tentam consolidar o seu poder no rugby mundial. Entre Springboks e Pumas as intenções também apontam para o título: os sul-africanos não conquistam a competição desde 2009 e os argentinos atingiram na época transacta a sua melhor classificação, o terceiro lugar. Um torneio que promete!

Depois de conquistar o Campeonato Mundial de 2015, o principal objectivo dos All Blacks só poderá passar pela reconquista do The Rugby Championship, competição que deixaram escapar na época transacta. Os neo-zelandeses vivem dias de renovação após verem figuras como Daniel Carter, Richie McCaw e Ma’a Nonu retirarem-se, mas o futuro promete ser risonho, e para isso contam com os irmãos Julian e Ardie Savea, o regresso de Israel Dagg e um Beauden Barrett em grande forma.

Os actuais campeões em título (e vice-campeões mundiais) apresentam um estilo de jogo verdadeiramente apaixonante: a combinação perfeita de técnica e força deixa os australianos não só mais poderosos mas também mais entusiasmantes. Desta feita, o seleccionador Wallabie pode, até, contar com a melhor equipa, pelo que não irão faltar atletas capazes de marcar a diferença e vincar o seu talento. Será que a Austrália conseguirá o bi?

rugby championship
Conseguirão os australianos repetir 2015?
Fonte: The Rugby Championship

Se desde 2009 os sul-africanos não levantam o tão desejado troféu, a verdade é que o choque se instalou quando, na última época, terminaram o torneio na última posição da tabela classificativa. Desde aí muita coisa mudou: Allister Coetzee é o novo seleccionador, Jean de Villiers retirou-se e jovens como Faf de Klerk ou Malcolm Marx conquistaram o seu espaço na selecção Springbok.

Na teoria, os Pumas poderão retirar proveito da fase de reestruturação pela qual a Nova Zelândia e a África do Sul passam para subir mais um degrau na hierarquia mundial, surgindo, assim, numa posição mais privilegiada. Mas da teoria à prática vai uma grande distância e, por forma a encurtar esse caminho, de muito irá valer a experiência de jogadores como Lucas Amorosino, Leonardo Senatore e Juan Hernandez.

 

Foto de Capa: The Rugby Championship

Comentários