No jogo inaugural do torneio das 6 Nações, País de Gales e Itália mediram forças na capital galesa, Cardiff. Este jogo marcou a estreia de ambos os selecionadores. Do lado galês, competirá a Wayne Pivac continuar o bom trabalho realizado por Warren Gatland nos últimos 12 anos. No que à Itália diz respeito, caberá a Franco Smith tentar reverter a atualidade do rugby italiano. Os transalpinos não vencem nesta competição desde 2015, ano em que venceram a Escócia em Edimburgo.

O jogo teve um só sentido, visto que o País de Gales foi capaz de impor a sua superioridade em praticamente todos os capítulos da partida. Ao minuto 17, um belíssimo, e algo caricato passe de Dan Biggar isolou Josh Adams à ponta, que só teve de mergulhar para a área de validação adversária.

Este último, Josh Adams, três quartos ponta dos Cardiff Blues, ficou ligado à história do jogo, assinalando mais dois ensaios, marcando, assim, três ensaios na jornada inaugural da competição.

O País de Gales venceu a Itália com uma boa exibição
Fonte: Six Nations Rugby

Em dia de estreia internacional, o centro dos Saracens, Nick Tompkins, mostrou-se em grande plano na tarde do Principality Stadium, ao marcar um ensaio e a assistir o ponta acima referido. Conseguiu ainda um turnover e percorreu 84 metros com a bola nas mãos.

Anúncio Publicitário

Nos marcadores não podia faltar o possante ponta George North, que, neste primeiro jogo, atuou como segundo centro, no lugar do lesionado Jonathan Davies. Após uma sequência de fases à mão, o jogador dos Ospreys fez o toque de meta na área de ensaio italiana.

O domínio galês foi claro, garantindo, a seleção da casa, uma vitória bonificada com um ponto bónus ofensivo (42-0). Um jogo em que Josh Adams foi o melhor em campo, marcando três dos cinco ensaios do País de Gales.