Cabeçalho modalidades

O primeiro dia do Millennium Estoril Open tinha como grande ponto de interesse a entrada em ação de dois portugueses: João Domingues e Rui Machado tentavam chegar ao quadro principal do Millennium Estoril Open. A dupla portuguesa ainda prometeu, mas acabou por ficar pelo caminho.

Machado e Domingues: lutar não chegou

João Domingues, atualmente no 405.º lugar do ranking ATP, tinha, na teoria, uma tarefa mais complicada. O português defrontava o mais cotado Franko Skugor (146.º). O croata, como era esperado, entrou melhor no encontro e rapidamente fechou a primeira partida por uns expressivos 6-1. Contudo, e quando o encontro parecia não ter muito mais a contar, o português ressurgiu das cinzas e conseguiu vencer o segundo set por 6-2. Todavia, o tenista natural de Oliveira de Azeméis não se queria ficar apenas pela conquista de um set. Desta forma, chegou mesmo a liderar a terceira e decisiva partida por 4-2. No entanto, e acusando algum nervosismo e inexperiência, o português não conseguiu segurar o resultado. Skugor conseguiu levar o encontro para o tie-break e, mostrando mais calma e tranquilidade, acabou mesmo por triunfar por 8-6. De qualquer forma, ficou uma excelente exibição de João Domingues, que promete dar muitas alegrias aos portugueses.

João Domingues esteve perto de assinar uma grande surpresa no primeiro dia de competição Fonte: Millennium Estoril Open
João Domingues esteve perto de assinar uma grande surpresa no primeiro dia de competição
Fonte: Millennium Estoril Open

Logo de seguida, foi a vez de Rui Machado defrontar Elias Ymer. Num court central repleto de público, o algarvio entrou mal no encontro e rapidamente se viu em desvantagem. Machado, que denotou bastante falta de ritmo de jogo, estava a ter grandes dificuldades em lidar com a cadência de fundo do court do sueco. Após perder o primeiro set por 6-1, o algarvio soube elevar o nível do seu jogo e venceu a segunda partida por 7-5. No entanto, e talvez acusando algum desgaste físico, a história do primeiro set repetiu-se na terceira partida.

Anúncio Publicitário

Estava, assim, terminada a participação portuguesa na fase de qualificação do Millennium Estoril Open. Uma glória e uma esperança do ténis português deram espetáculo nos campos de ténis do clube do Estoril.