Anterior1 de 2Próximo

França acolheu, este domingo, a final do último Masters 1000 da época. Em Paris, Novak Djokovic e Denis Shapovalov enfrentaram-se no court com o grande objetivo de conquistar o título.

Antes de falar do encontro decisivo é importante recordar o percurso de ambos os tenistas no torneio.

Novak Djokovic

2.º ronda: Novak Djokovic 2-0 Corentin Moutet

Oitavos de final: Novak Djokovic 2-0 Kyle Edmund

Quartos de final: Novak Djokovic 2-0 Stefanos Tsitsipas

Meia-Final: Novak Djokovic 2-0 Grigor Dimitrov

O jogador sérvio, de 32 anos, não teve muitas dificuldades em chegar à final. O facto de não ter cedido qualquer set demonstra, não só a sua capacidade em controlar a partida, como também a sua superioridade face aos adversários. O jogo dos quartos de final representa bem o poderio de Novak Djokovic, tendo em conta que derrotou, sem problemas, o número sete mundial.

Denis Shapovalov

1.º ronda: Denis Shapovalov – Gilles Simon (Gilles Simon desistiu do encontro devido a lesão)

2.º ronda: Denis Shapovalov 2 -1 Fabio Fignini

Oitavos de final: Denis Shapovalov 2-1 Alexander Zverev

Quartos de final: Denis Shapovalov 2-0 Gael Monfils

Meia-Final: Denis Shapovalov – Rafael Nadal (Rafael Nadal desistiu do encontro devido a lesão)

O jovem canadiano, de 20 anos, ao contrário de Novak Djokovic, teve uma caminhada mais complicado, sobretudo pelo valor dos tenistas que enfrentou. Denis Shapovalov acabou por beneficiar da desistência de Gilles Simon e Rafael Nadal. Ainda assim, revelou maturidade e uma postura determinada para alcançar a sua segunda final esta temporada, ao afastar nomes como Fabio Fognini, Alexander Zverev e Gael Monfils.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários