Anterior1 de 4Próximo

Quando falamos de ténis, pensámos automaticamente nos grandes «número um» do ATP que marcaram e fazem parte da História do Ténis mundial. Nomes como Pete Sampras, Roger Federer, Rafael Nadal ou Novak Djokovic são logo alguns dos nomes que nos vem à mente.

Porém, hoje decidimos fazer um exercício diferente do habitual. Para variar um pouco, iremos nomear três nomes que, numa certa época da sua carreira estiveram na sua melhor forma e, assim, poderiam ter chegado ao topo do ranking ATP e ter ameaçado os grandes nomes, mas, infelizmente, acabou por não se suceder.

Foto de Capa: ATP Tour

Artigo de Angelina Barreiro e Gonçalo Bernardo Oliveira

Anterior1 de 4Próximo

Comentários