Roland Garros 2021 | Novak Djokovic fez o «impossível»!

    A GRANDE FINAL

    A final do Roland-Garros não contou com o espanhol Rafael Nadal. Os finalistas foram Novak Djokovic e Stefanos Tsitsipas. O favorito para a grande maioria era Novak Djokovic. Depois de ter eliminado o “rei da terra batida” e por ser um vencedor “normal” em Grand Slams, Djokovic era o vencedor da final.

    O primeiro jogo do primeiro set foi muito semelhante à imagem do jogo todo. A única diferença foi o vencedor. Djokovic teve duas oportunidades para quebrar o serviço do grego, mas sem sucesso. Depois disso, os serviços foram bastantes fortes para ambos jogadores. O último jogo de serviço do grego foi o menos bem sucedido – cedeu o set.

    Parecia que Djokovic ia ganhar, mas também foi quebrado e o jogo foi para tie-break. Essa fase do set foi um completo caos. Nenhum dos jogos conseguia servir bem, algo que não aconteceu durante o primeiro set todo. Quem sorriu no final do set foi o grego. A salientar o grande número de aces que fez (7).

    No segundo set, Djokovic entrou muito mal e Tsitsipas continuou em grande! Depois de um período equilibrado, sem haver qualquer situação de perigo, o sérvio voltou a ceder quando o Tsitsipas fez o 5-2. O grego ganhou o seguinte e parecia que a vitória estava quase nas mãos de Tsitsipas.

    No terceiro set, esperava-se uma de duas atitudes de Djokovic: ou o sérvio ia abaixo ou ia tentar recuperar uma desvantagem de dois sets. O que se viu foi, claramente, a segunda opção. Depois de um 40-15 para o grego no seu serviço, o sérvio recuperou a desvantagem e conseguiu quebrar na quinta tentativa! Djokovic acabaria por conquistar o set e Tsitsipas teve que pedir assistência médica no final do set.

    Depois de uns minutos sem jogar, começou o quarto set. Tal como tinha acontecido no jogo das meias, Tsitsipas entrou muito mal e foi quebrado nos seus primeiros dois jogos de serviço. E tal como aconteceu nesse mesmo jogo, Tsitsipas voltou a desperdiçar uma vantagem de dois sets.

    Entramos para o quinto e último set da partida. O público estava quente – já se tinha saudades de ver muito público ativo numa final de um Grand Slam. O problema do Tsitsipas estava a ser, novamente, os serviços iniciais. Teve muito perto de ser quebrado no primeiro, não foi, mas acabou por ser no segundo. Para infelicidade do grego, Djokovic estava a servir muito bem e nunca esteve perto de ser quebrado. O sérvio acabou por ganhar o jogo no segundo match point.

    Apesar do esforço incrível de Tsitsipas em todo o torneio, não foi desta que conquistou o seu primeiro Grand Slam. Djokovic fica assim com 19 Grand Slams, ficando assim a 1 do recorde de Roger Federer e Rafael Nadal. A destacar que Stefanos Tsitsipas descobriu que a avô tinha falecido 5 minutos antes de começar o jogo. Que belíssima prestação do grego!

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Filipe Torres
    Filipe Torreshttp://www.bolanarede.pt
    O Filipe saiu da Ilha de São Miguel, nos Açores, para tirar a Licenciatura de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Desde criança que é adepto de Futebol, tendo já sido árbitro. Para além do "desporto-rei", o Filipe também é apaixonado por Basquetebol e não falha no acompanhamento de Wrestling.