Anterior1 de 10Próximo

1. Rosa Mota

rosa mota

De figura frágil, estatura pequena e corpo franzino, muitos duvidariam da sua capacidade para alcançar as marcas que viria a atingir ao longo da sua carreira. Figura incontornável da cidade do Porto – representou FC Foz (1974-1977), FC Porto (1978-1980) e Clube de Atletismo do Porto (1981-1991) – espantou o Mundo dominando, durante uma década, os mais de 40 quilómetros da maratona. Campeã mundial (Roma, 1987) e Europeia (Atenas, 1982; Estugarda, 1986; Split, 1990) da especialidade, atingiu o auge conquistando bronze (Los Angeles, 1984) e ouro (Seul, 1988) nos Jogos Olímpicos. Neste período, venceu as maratonas de Roterdão (1983), Chicago (1983 e 1984), Tóquio (1986), Boston (1987, 1988 e 1990), Osaca, (1990) e Londres (1991) e é a recordista, com seis triunfos consecutivos (entre 1981 e 1986), da conceituada S. Silvestre de S. Paulo, no Brasil, tornando-se assim uma lenda do desporto português e mundial.

Anterior1 de 10Próximo

Comentários