sporting cp cabeçalho 1Depois de 22 anos de ausência, o Sporting volta a apostar no voleibol como modalidade do clube e, ao que parece, com uma equipa capaz de lutar por títulos e pela elevação do clube nas provas nacionais (numa primeira fase) e internacionais (quando os resultados nacionais começarem a aparecer).

O sorteio ditou que o primeiro jogo do campeonato fosse um sempre emocionante derby contra o eterno rival Benfica e, ainda por cima, no recém-estreado João Rocha. Os sportinguistas foram convocados e não desapontaram, pois, mais de 1400 espectadores deslocaram-se ao pavilhão para ver o primeiro jogo oficial da época depois da reativação da modalidade.

O Sporting apresentou-se sendo uma equipa compacta, que esteve sempre à procura de ficar com a primeira vitória em disputa e que nunca baixou os braços, mesmo quando o jogo estava a cair a favor dos encarnados. Na realidade, a maior prova de fogo desta equipa será a de destronar o poderio que o Benfica conseguiu alcançar nos últimos anos na modalidade, ao ponto de já ter sido tricampeão entre 2012 e 2015 e tendo recuperado o título de campeão na temporada passada, depois de um ano de interrupção.

Os sportinguistas responderam em massa no primeiro jogo oficial da época Fonte: Sporting CP
Os sportinguistas responderam em massa no primeiro jogo oficial da época
Fonte: Sporting CP

Numa primeira análise, o Sporting não é nada inferior ao seu rival direto, sendo que a única vantagem que o Benfica possui neste momento é o conhecimento dos restantes adversários do campeonato e das dificuldades que pode vir a encontrar em cada jogo. Para já, a equipa leonina ainda terá que passar por esse processo de adaptação, algo que Miguel Maia, a figura mais carismática e capitão de equipa, poderá ajudar devido aos seus largos anos de experiência na modalidade e nas suas variantes.

Para além do jogo em si, há que salientar o enorme gesto de Miguel Costa, médico do Sporting, para com Ary Neto, jogador do Benfica que saiu gravemente lesionado. O enorme momento de fair-play foi também sublinhado por Benfica e Sporting nas redes sociais com agradecimentos e desejos de melhoras, algo que nos relembra mais uma vez como é que o desporto em Portugal devia ser vivido. A rivalidade que existe é natural e sem ela o jogo perde muita emoção, mas quando a necessidade do ser humano se sobrepõe à do atleta é sempre importante lembrar que, por baixo das diferentes camisolas, todos nós somos de carne e osso.

 Foto de Capa: Sporting CP

Comentários