A despedida dos relvados do Capitão

Fonte: SL Benfica
Hoje em dia, contamos pelos dedos das mãos os jogadores que estão há tantas temporadas seguidas num só Clube. Para Luisão, foram 16 temporadas.

2018 ficará para sempre marcado pela despedida dos relvados do “Girafa”. Num total, foram 538 partidas disputadas com o Manto Sagrado, que fazem com que o antigo internacional brasileiro ocupe a segunda posição do top-3 de jogadores com mais jogos disputados na História do SL Benfica, ficando somente atrás de Nené que conta com 578 jogos.

A influência que Luisão teve no SL Benfica foi imensa. Assistiu e contribuiu para o reerguer do Clube e para o regresso às grandes conquistas nacionais, terminando a carreira com seis títulos de Campeão Nacional, três Taças de Portugal, sete Taças da Liga e quatro Supertaças Cândido de Oliveira. Mas mais do que estas conquistas, Luisão foi uma voz de comando. Tal como Jorge Jesus tantas vezes referiu (e ainda refere), o brasileiro sempre foi uma extensão do treinador em campo. Enquanto teve condições para tal foi um autêntico esteio, organizando o quarteto defensivo e ajudando ao equilíbrio da equipa. Os anos iam passando e Luisão parecia cada vez melhor, até ao momento em que começou a ser assolado por lesões (algumas delas em momentos fulcrais). Nessa altura, e apesar de parecer que Luisão não queria, esse foi o momento de parar.

LÊ MAIS: Carta Aberta ao capitão Luisão

Despediu-se dos relvados mas continua a ser visto nos corredores do Estádio da Luz, tendo assumido um cargo nas relações internacionais do SL Benfica.

Comentários