Encarnados vão tentar manter a distância pontual que têm em relação ao FC Porto

Em vésperas de uma difícil jornada contra o FC Porto no Dragão, o Sport Lisboa e Benfica recebe o Belenenses SAD em jogo a contar para a 19.ª jornada da Primeira Liga.

Anúncio Publicitário

Os azuis chegam à Luz na 15.ª posição do campeonato – com apenas quatro pontos acima da “linha de água” -, sendo que o atual corpo técnico, liderado por Petit, assumiu o comando da equipa há duas jornadas. Nos dois jogos que realizou, Petit somou uma derrota e uma vitória – (0-1) contra o Vitória FC e (2-1) frente ao Portimonense SC, respetivamente. De lembrar que a última vitória fora de portas do Belenenses aconteceu em dezembro, na qual derrotaram o CD Tondela por uma bola a zero, em partida a contar para a 12.ª jornada da Primeira Liga.

O BELENENSES SAD É UMA DAS EQUIPAS COM MAIS GOLOS SOFRIDOS NA LIGA. A ODD DESTE JOGO PARA +3,5 ESTÁ A 1.74. ARRISCAS NA BET.PT?

Com a segunda pior defesa do campeonato pela frente – as redes da baliza do Belenenses já abanaram por 32 vezes esta época, menos duas vezes do que as redes do CD Aves. O jogo, que terá lugar às 19 horas de sexta feira, poderá resultar num festival de golos já que os encarnados são, de forma destacada, o melhor ataque da Primeira Liga com 41 golos marcados.

COMO JOGARÁ O SL BENFICA?

Numa altura em que não pode haver facilitismos por parte das “águias”, tudo indica que Bruno Lage deverá manter o onze base frente ao Belenenses SAD. As únicas alterações em vista serão, porventura, a inclusão de Tomás Tavares no onze por André Almeida – que poderá falhar a deslocação ao Dragão caso veja o quinto cartão amarelo -, e a possível entrada de Adel Taarabt para o lugar de Gabriel, que tem estado sujeito a um enorme desgaste nas últimas partidas.

No que ao último terço encarnado diz respeito, tudo indica que a dupla atacante deverá ser a mesma que, na última jornada, em Paços de Ferreira, destruiu por completo o dique dos castores. Rafa e Vinícius complementam-se um ao outro dentro do terreno de jogo, sendo que são uma ameaça constante às redes adversárias.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Carlos Silva/Bola Na Rede

Rafa Silva – Com a perspetiva de um Belenenses a apresentar-se com um bloco defensivo médio-baixo, o poder de explosão de Rafa e a capacidade que este tem para jogar em espaço curto podem ajudar a furar a muralha azul montada por Petit.

XI PROVÁVEL

4-4-2: Odysseas; Tomás Tavares, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo; Pizzi, Weigl, Taarabt e Cervi; Rafa e Vinícius.

COMO JOGARÁ O BELENENSES SAD?

Analisando toda a temporada, os azuis têm alinhado em 4-3-3. No entanto, desde que chegou ao clube, Petit montou a equipa em 3-4-3, com os veteranos Licá e Varela a ganharem protagonismo.

Os dois atacantes valem seis golos na presente edição da Primeira Liga – Licá com quatro tentos e Varela com dois. De lembrar que o Belenenses é o quinto pior ataque da prova, com 14 golos em 18 jornadas -, protagonizando, assim, a maior ameaça à baliza defendida por Vlachodimos.

Os comandados de Petit deverão apresentar-se num bloco médio-baixo e a jogar no erro dos encarnados, fazendo da busca pela profundidade a sua principal arma. Numa tentativa para tentar anular o jogo interior da equipa de Bruno Lage, os azuis deverão organizar-se mais num 5-4-1 ao invés do 3-4-3 que têm apresentado nas últimas duas partidas, mantendo as linhas juntas e compactas, de modo a anular quaisquer tentativas de jogo entre linhas por parte das “águias”.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: SL Benfica

Licá – Melhor marcador dos azuis, Licá tem estado a um grande nível na presente temporada. Apesar da idade, demonstra uma grande frescura física, assim como uma grande capacidade de trabalho em prol da equipa. Além disso, a sua versatilidade na frente do ataque faz com que seja um quebra-cabeças para os defensores adversários, visto que tanto pode oferecer um apoio frontal para fazer combinações como também é capaz de oferecer profundidade através de desmarcações entre os laterais e centrais adversários.

XI PROVÁVEL

5-4-1: Moreira; Tiago Esgaio, Gonçalo Silva, Nuno Coelho, Nilton Lopez e Chima Akas; Marco Matias, André Santos, Show e Silvestre Varela; Licá.

Foto de Capa: Carlos Silva/Bola na Rede

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão