O casino da Luz, a “póquer” face de Schmidt e o mágico “Di Magia” | SL Benfica 4-1 AVS

    Benfica

    Com Otamendi de fora da partida por opção técnica, o SL Benfica entrou em campo com um onze normal dentro daquelas que têm sido as opções de Schmidt. 

    Sem o seu capitão, e principal referência em campo, a tarefa de jogar ao lado de António Silva coube a Tomás Araújo, jovem central formado nas águias e que inclusive já havia feito dupla com o também central formado no Seixal. Com Aursnes a fechar à direita e Morato à esquerda, as despesas do meio-campo ficaram a cargo de Kokcu e João Neves, que foi claramente o melhor em campo na minha ótica, sempre com um pulmão inesgotável! E os encarnados até entraram bem, com um remate muito perigoso do médio turco, que assustou o AVS, mas que não melindrou em nada a estratégia desenhada pelo “Bicho” Jorge Costa para este jogo. Estratégia esta que, ao minuto 21 de jogo, deu realmente resultado, numa desmarcação perfeita de John Mercado, que finalizou a jogada com igual classe e à lei da “bomba”!

    Angel Di Maria Benfica AVS
    Fonte: Luís Ferreira/Bola na Rede

    No entanto, a qualidade individual faz muita diferença dentro das quatro linhas e, quando tens um campeão europeu e um pequeno “pitbull” que toma conta do teu meio-campo praticamente sozinho, a tarefa é realmente mais simples. Numa jogada de insistência, João Neves batalhou e batalhou pela posse de bola, e depois de recuperar o esférico, ainda foi a tempo de baralhar os defesas do AVS e assistir o astro argentino para o golo do empate. Mas a primeira parte não ia ficar por aqui, e apenas 13 minutos depois, foi João Mário que fez o gosto ao pé e deu a reviravolta aos “vermelhos da segunda circular”, que desceram às cabines com um golo de vantagem.

    No arranque da segunda parte, foi possível perceber que o AVS acusou realmente o segundo golo sofrido, e que tinha perdido completamente o norte em toda a estratégia montada à volta deste jogo. Com uma ou outra jogada de perigo, a equipa conseguiu sempre segurar e trocar muito bem a bola e, em certos momentos do jogo, foi até superior à equipa de Roger Schmidt, no entanto, o treinador alemão conseguiu perceber quais eram realmente as falhas da equipa nortenha, e apostou muito no contra golpe, algo em que o Benfica é exímio.

    Kokcu Benfica AVS
    Fonte: Luís Ferreira/Bola na Rede

    E esta abordagem resultou muito bem, mais uma vez, com Kokcu a mostrar toda a sua classe num passe à largura de toda o campo, mas com uma classe tremenda, que em nada ficou atrás na finalização de Tiago Gouveia, que saltou do banco para escrever o seu nome no livro de ouro deste jogo, que ainda registou mais um momento de festejo para o Benfica, com um autogolo do defensor do AVS, depois de um cruzamento da direita de Arthur Cabral.

    Gostaríamos de elogiar o grande jogo de Di Maria, provou não só hoje mas também no último jogo de “Champions” que ainda é um jogador de classe mundial, daqueles que por si só enche um estádio, mas também queria dar algumas notas em relação, por exemplo, a Morato, que tem vindo a realizar grandes jogos numa posição que não é a sua, mas que tem combinado bem com o seu perfil, sempre certinho a defender e a atacar apenas pela certa. Para além destes dois jogadores, também Arthur Cabral está a evoluir no seu jogo, notando-se mais algum entrosamento com os seus colegas, o próprio Tiago Gouveia entrou muito bem no jogo, como, aliás é seu apanágio, e em relação a João Neves, já começam a faltar palavras.

    Passados 90 minutos, o Benfica garante o apuramento para a Final Four desta Taça da Liga, onde vai medir forças com o GD Estoril Praia, numa competição que já venceu por sete ocasiões.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Grémio surpreende e fecha com ex-Barcelona para os próximos dois anos

    O Grémio deverá confirmar em breve a contratação de...

    Quem deveria mudar de equipa | NBA 2024-25

    O principal campeonato de basquetebol do mundo está prestes...
    Bernardo Santos
    Bernardo Santoshttp://www.bolanarede.pt
    Licenciado em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, é um apaixonado por futebol desde tenra idade. O jovem natural de Tomar, mas residente em Lisboa, é um poço de sonhos por realizar, sendo que ser uma voz ativa no mundo do futebol é um deles! Comunicador, simpático, bem humorado e cheio de energia, assim é o Bernardo! Para solidificar os seus conhecimentos no desporto rei, completou os níveis I e II de Scouting no futebol, para além de uma formação de Team Manager. Atualmente, trabalha no departamento de comunicação internacional de uma grande empresa e divide o seu tempo entre as suas paixões e os seus vícios.