De dispensável a indispensável: um Taarabt de distância

    Longe vão os tempos em que Adel Taarabt vagueava pela noite lisboeta sem perspectivas profissionais promissoras e com um índice de massa corporal acima do desejado para um futebolista de alta competição.

    Uma nova vida

    O internacional pela selecção principal de Marrocos vive, atualmente, dias de novo fulgor ao serviço do SL Benfica. Titular nos últimos quatro jogos, Taarabt tem vindo a assumir-se como o jogador mais preponderante do clube encarnado nesta fase da temporada.

    Numa altura em que o Benfica ainda não apresenta o nível de futebol praticado na época passada, sendo o jogo dos encarnados frente ao Moreirense FC o expoente máximo da fase menos positiva que vivem os comandados de Bruno Lage, tem sido o internacional marroquino o responsável por organizar o jogo ofensivo das “Águias”.

    Taarabt foi o jogador com mais toques na bola na partida contra o Gil Vicente (119 toques)
    Fonte: SL Benfica

    De batuta na mão

    Dotado de uma técnica refinada e de uma vontade incessante em chegar à baliza adversária, Adel Taarabt tem aproveitado a lesão de Gabriel para se afirmar como o novo maestro do meio-campo encarnado.

    A verticalidade que impõe no seu estilo de jogo tem sido determinante no sucesso da equipa, permitindo queimar linhas adversárias e abrir espaços para desmarcações dos colegas. Com uma complexão física interessante para um centrocampista box-to-box, Adel acrescenta à sua grande visão de jogo e aptidão de passe, uma capacidade de condução de bola exímia, tornando-se num quebra-cabeças para os seus oponentes.

    Além disso, e tal como fazia o seu antecessor luso-brasileiro, Taarabt tem demonstrado uma grande intensidade e velocidade na reacção à perda da posse de bola, o que possibilita à equipa recuperar a bola em terrenos mais adiantados, aumentando assim as probabilidades de sucesso dos encarnados no último terço do terreno.

    De cabeça levantada, à procura de linhas de passe
    Fonte: SL Benfica

    Enfim, lapidado

    Foram necessários quatro anos (e alguns empréstimos) até que Adel Taarabt integrasse, em definitivo, a equipa principal do Benfica. Um jogador com uma grande qualidade de passe e excelente critério com a bola nos pés. No entanto, destaca-se, acima de tudo, um homem que demonstrou, e continua a demonstrar, um nível de esforço, dedicação e perseverança absolutamente louváveis. Taarabt é a prova de que nunca é tarde demais para mudar.

    O marroquino vive agora, aos 30 anos, a melhor fase da sua vida, quer a nível profissional, com a conquista de dois troféus no espaço de um ano (campeonato e supertaça), quer a nível pessoal, ao adotar um estilo de vida mais saudável, condizente com as exigências do clube que representa.

    Adel Taarabt chegou à Luz em bruto, mas, como qualquer diamante nas mãos de um bom lapidário, transformou-se numa das jóias mais valiosas para o sucesso desportivo do Benfica, e é hoje, sem dúvida alguma, um dos jogadores mais preponderantes do clube encarnado.

    Foto de capa: SL Benfica

    Artigo revisto por Diogo Teixeira

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    João Pedro Coelho
    João Pedro Coelhohttp://www.bolanarede.pt
    O João não sabe escrever biografias. Posto isto, apraz apenas dizer que estuda Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, e que tem um amor incondicional pelo Sport Lisboa e Benfica.