Anterior1 de 2Próximo

sl benfica cabeçalho 1

Se analisarmos o título do texto de uma forma atenta, percebemos logo que estamos a falar da formação do Benfica. Uma formação que conta já com nomes reconhecidos no resto da Europa e com tantos outros que estão quase prontos a subir ao relvado da Luz. Neste texto falo-vos apenas dos quatro jogadores que penso estarem bem “apurados” para crescer agora no plantel dos seniores. Quatro casos de jovens promissores que ambicionam dar o salto para o plantel principal, mas que vivem a assistir a casos de jogadores que acabaram por sair dos quadros do Benfica sem ajudar a equipa principal.

Dois dos nomes que vou tratar já serviram o plantel principal mas que devido ao elevado número de jogadores das suas posições, acabaram por voltar aos “bês” e são opção regular da equipa de Hélder Cristóvão. Falo claramente do defesa esquerdo Yuri Ribeiro e José Gomes.

Yuri Ribeiro já representou a equipa principal dos encarnados em duas ocasiões e somou uma totalidade de 180 minutos a um nível bastante aceitável para o ambiente onde se jogava. Um jogo na Taça da Liga e um na Taça de Portugal foi suficiente para perceber que o jovem jogador apresenta um futebol bastante agradável mas que precisa de limar algumas arestas ainda na equipa B. Com apenas 20 e nacionalidade portuguesa (mas nasceu na Suíça), Yuri tem sido aposta mais regular na posição de defesa esquerdo mas já aconteceu ocupar a posição central da defesa. Uma posição que apresenta alguns problemas na equipa de Rui Vitória. . Duas características que aprecio bastante no Yuri são a sua força física no momento de encarar os lances, isto é, não cometendo muitos faltas, tem uma boa atitude usando o corpo para proteger a bola e ao cortar dos pés do atleta e a capacidade que tem em subir no terreno. Esta última característica é muito semelhante às de Fábio Coentrão, Grimaldo e Eliseu, que agradaram e continuam a agradar os técnicos e adeptos do clube.

Fonte: UEFA
Fonte: UEFA

José Gomes é o segundo alvo desta lista. O jovem avançado de 17 anos é uma das (se não a) maior esperança no Seixal. Já com presença em 5 jogos na equipa de Rui Vitória e o dobro na equipa de Hélder Cristóvão, o “menino” da Guiné com passaporte português tem sido não só importante na equipa encarnada como nas seleções nacionais jovens. Com estatuto de avançado central e finalizador “à moda antiga”, “Zé” Gomes é muitas vezes usado como extremo devido ao seu poder de arranque. Com 2 golos marcados até agora, deverá demorar a sua subida ao coletivo de Rui Vitória devido ao leque de jogadores para a sua posição e ao facto de Hélder Cristóvão estar a necessitar de jogadores ofensivos e polivalentes na equipa. Mesmo assim, acredito que esteja também quase preparado para dar o salto e numa altura onde Gonçalo Guedes saiu, Jonas não vai para novo e Jimenez é um menino de mercado, José Gomes deverá dar o salto ainda antes dos 20 anos.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários

Artigo anteriorSuperbowl XLI: O bom, o mau e o inacreditável
Próximo artigoPalmeiras na linha da frente
O João é benfiquista desde que se lembra. Nascido e criado em Aveiro, com uma experiência de cinco anos de vida em Moçambique, vive em Lisboa desde Agosto de 2015. A acompanhar os jogos do Benfica desde sempre e sem falhar a presença no Estádio da Luz pelo menos uma vez por ano, desde sempre que escreve textos pessoais acerca do Benfica e sobre o futebol em geral. Com coragem para defender e criticar o clube da Luz sempre que for preciso, tem mais interesse pela arte do futebol praticado do que pelas polémicas ou aspectos que mancham o desporto rei.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.