coraçãoencarnado

Bem-vindos a mais um Coração Encarnado. Sei que não escrevo há já umas semanas, as saudades já apertavam. A verdade é que os passados sete dias foram suaves, como uma pena que passeia por Lisboa. Aquela vitória frente ao Estoril deixa qualquer amante de futebol com um sorriso no rosto. Uma exibição de gala para congratular os milhares de corações encarnados espalhados por este mundo. E bem que merecemos. Todos. E fico descansado quando eles correm mais do que eu correria. Isso para mim é que é o Benfica. Uma vitória, uma certeza, um sorriso. Quase tudo na vida acaba com um sorriso, o nosso benfiquismo não foge à regra.

Tenho lido muita coisa sobre o clássico. No último fim-de-semana de abril. Há melhor altura para um clássico do que a Primavera? Provavelmente até há, mas esta há-de ser a altura perfeita para vencer o Porto. Como não gosto de passar sete jornadas à frente, digo apenas que o meu bilhete para Lisboa nesse fim-de-semana já está comprado. De resto, só me preocupa o Arouca amanhã.

E por falar em amanhã, esta será das poucas vezes em que Jorge Jesus tem o plantel todo à disposição. O tempo também cumprirá o seu papel, oferecendo céu limpo, Sol desperto e temperaturas amenas. Melhores condições não poderia haver. São onze jornadas até ao fim desta viagem – quero trazer os três pontos em cada jogo. Não sou exigente, só benfiquista.

Faltam 11 finais para isto se repetir Fonte: Facebook Oficial do Benfica/ Francisco Rocha
Faltam 11 finais para isto se repetir
Fonte: Facebook do Sport Lisboa e Benfica/ Francisco Rocha

Daqui a pouco joga-se mais um clássico na Luz. Benfica-Porto, a contar para a primeira-mão dos quartos-de-final da Liga Europeia. O jogo dos jogos. Aquela partida em que todos querem estar. Não há milagres? Vejam um benfiquista doente a ficar sem febre e com forças para tudo antes dum clássico. Que este fim-de-semana seja coberto de encarnado, do Sábado ao Domingo – a equipa de voleibol já tratou de lançar o mote, após a vitória que deu a passagem às meias-finais da Taça de Portugal. Nada mais se pode pedir.

Mudando o assunto, gostaria de brevemente comentar as palavras do Director de Comunicação do Benfica, o Dr. João Gabriel. Que estupidez. Não entendo a razão de, mais uma vez, este senhor vir a público dizer nada mais do que puras barbaridades, completamente fora de contexto. Desta vez, o assunto foram as arbitragens e o Futebol Clube do Porto. Devo assumir que tentei entender o objectivo por detrás de tais palavras, mas acabei por ser mal sucedido. Adorava que o meu clube não viesse para a rua mandar bitaites para o ar. Primeiro porque odeio bitaites. Segundo porque bitaites é coisa de pequenos. O Sport Lisboa e Benfica é muito mais que isso.

Acabo este texto despedindo-me de todos vocês e esperando que este seja mais um fim-de-semana à Benfica! Um caloroso abraço, não deixem que o vosso Coração Encarnado arrefeça.

PS: parece que o Imperador Júlio César vai voltar aos relvados. Pois que sejas muito bem-vindo, guardião!

 

Foto de capa: Facebook do Sport Lisboa e Benfica

Comentários

Artigo anteriorO primeiro grande desafio de Marco Silva
Próximo artigoE as melhores da primeira fase são…
O Francisco é um emigrante mas não é por isso que sente menos o seu Benfica. Contou-nos que só pára de gritar com as paredes do seu quarto madrileno quando as palavras chegam ao Estádio da Luz. Desde 1991 que o seu coração é encarnado, por fora e por dentro. Recusa-se a perder um jogo e sabe os números dos jogadores de trás para a frente! Só tem saudades do seu Eusébio e de vez em quando mete-se no avião para cheirar a relva da Luz.                                                                                                                                                 O Francisco não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.