Anúncio Publicitário

A última de duas partes, relativa à participação de Francisco Benitez no BnR TV.

Esta é a segunda parte relativa à entrevista de Francisco Benitez no Bola na Rede TV, canal escolhido para a sua primeira aparição pública de relevo após o ato eleitoral.

Rui Manuel César Costa. O homem, o jogador, o presidente. O homem que “não deu um murro na mesa nos últimos 13 anos”, o jogador brilhante, o presidente… enfim, prognósticos de adjetivos só no final do mandato.

Anúncio Publicitário

Apesar das divergências, Benitez refere que “o sucesso de Rui Costa” é a sua alegria e que acredita (por confissão do próprio Maestro) que o futebol dos encarnados será da inteira responsabilidade do presidente eleito.

Outra coisa não seria de esperar de um homem que vive futebol desde tenra idade. O que mais há a esperar… isso só esperando, digo eu e diz Benitez.

Não será, contudo, necessário aguardar muito para tomarmos conhecimento de algumas decisões de relevo, como a saída ou permanência de Domingos Soares de Oliveira (que o candidato derrotado diz ter sido uma contratação sem sentido, tratando-se de alguém que gere os dinheiros do SL Benfica, sem ser do SL Benfica) e de Miguel Moreira.

Decisões que vão ter um impacto no futuro do clube (chegámos ao futuro, rapazes). Um futuro que, para ser risonho para as águias no panorama nacional e europeu, tem que contar com um SL Benfica a liderar, a inovar, a incentivar e a vincar as suas posições junto de todas as entidades de direito (e até mesmo, diria, de torto). O clube da Luz “não pode ir a reboque de ninguém”, atira Benitez.

Mas… no inovar… cabem as pretensões de John Textor? Benitez não se mostrou dogmaticamente contra elas, mas avisa que estas não são inteiramente conhecidas e que, se avançarem, devem estar na posse de Rui Costa e devem ser apresentadas aos benfiquistas. Se os sócios anuírem… quiçá o futuro do Sport Lisboa e Benfica seja diferente do previsto.

Diferente ou igual, o futuro dos encarnados vai continuar a contar com a presença de Francisco Benitez, palavra do próprio. “Cheguei aqui porque os benfiquistas quiseram, vou ficar até me quererem. (…) Estou cá para servir o SL Benfica”.

Com o repto de “Viva o SL Benfica” terminou uma agradável e elucidativa conversa com o homem que liderou o grupo que fez frente a Rui Costa nas transatas eleições, sem sucesso nas urnas, mas, acredito, com pequenos e importantes sucessos na vida política do clube.

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome