logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Gilberto ou Bah | Qual o dono e senhor da lateral direita?

Benfica

Gilberto Júnior chegou ao SL Benfica em agosto de 2020, proveniente do Fluminense FC. O lateral direito brasileiro custou três milhões de euros e veio reforçar a equipa à época orientada por Jorge Jesus. Na primeira temporada ao serviço das águias estreou-se frente ao Rio Ave FC, na quarta jornada do campeonato, apesar de a sua exibição ter ficado aquém do esperado. Marcou presença em mais 35 jogos, somando 2320 minutos e três assistências. Com a lesão de André Almeida, passou a ter Diogo Gonçalves como concorrência e acabou por perder espaço para o jovem português.

Em 2021/22 chegaram finalmente os golos (marcou quatro no total) e que bela maneira de começar a marcar. Decorriam os 73 minutos do jogo contra o FK Spartak Moscovo, a contar para a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, quando Gilberto marcou o segundo golo das águias. A evolução de Gilberto começou a surgir de tal maneira que Jorge Jesus veio a público defender e elogiar o jogador, no final do jogo com o CD Tondela: “O Gilberto é um patinho feio para os adeptos, mas com bola tem bom critério”.

A verdade é que a partir daí, os benfiquistas começaram a olhar para o brasileiro com outros olhos. Alguns ainda hoje mantêm a opinião de que este não tem lugar no SL Benfica, mas muitos outros passaram a gostar do jogador. Gilberto revelou-se defensivamente mais consistente, começou a apoiar mais o ataque, tornou-se mais confiante e, acima de tudo, demonstrou ter aquilo que mais parecida faltar aos encarnados e que é super importante para os adeptos – garra dentro de campo.

Gilberto é um jogador que dá tudo em campo, mesmo sabendo que tem algumas limitações. No entanto, com a chegada de Roger Schmidt, parece que começou a perder espaço novamente. Desta vez não para Diogo Gonçalves que voltou à posição de origem – extremo direito, mas para o recém-contratado Alexander Bah.

O internacional dinamarquês de apenas 24 anos foi considerado o defesa do ano da Liga Checa em 2021/22. Chegou ao SL Benfica em junho deste ano e assinou um contrato válido por cinco temporadas. Até ao momento conta com 11 jogos, 526 minutos e quatro assistências. Para quem acabou de chegar são números ótimos. A verdade é que não são apenas os números que se revelam positivos. As prestações em campo deixam qualquer um encantado.

Para além de correr como um extremo, é forte no um para um, quer a defender, quer a dar apoio ao ataque. Entende-se bem com David Neres e Rafa, como se pôde ver durante os 82 minutos de jogo que fez frente ao CS Marítimo. Contra a Juventus FC foi um dos que deixou tudo em campo, tendo convencido o técnico alemão a dar-lhe novamente a titularidade no jogo seguinte, a contar para o campeonato.

A questão que se coloca é – quem será o dono e senhor da lateral direita do SL Benfica? Para mim a resposta é simples – Alexander Bah. Apesar de Gilberto ser uma segunda opção fiável, a verdade é que não tem a mesma qualidade técnica e tática que Bah tem. Não oferece aquilo que o jovem dinamarquês oferece. Gilberto até pode ter marcado dois golos até ao momento, em 10 jogos, e apesar de Bah não ter marcado nenhum, já conta com quatro assistências em 11 partidas disputadas ao serviço das águias, como já referi. Gilberto tem garra, mas Bah também deixa tudo em campo, mesmo sendo cinco anos mais novo do que o brasileiro.

Bah veio para conquistar um lugar no 11 inicial e é o que tem vindo a conseguir. Roger Schmidt não coloca ninguém de lado, dando minutos a todos os jogadores, como fez no último jogo. Todos são importantes, mas falando desta posição em concreto, penso que Bah esteja mais preparado para corresponder às expectativas coletivas da equipa e àquilo que marca o estilo de jogo das águias atualmente – jogo rápido e muito ofensivo.

 

A Inês é uma jovem que estuda Jornalismo, na Escola Superior de Comunicação Social. Gosta de ver futebol e de comentar os jogos com os amigos. Está sempre pronta a discutir os lances dos jogos e as prestações dos jogadores. É adepta do SL Benfica desde que se lembra. Para ela o futebol é o desporto rei e uma das suas paixões.

A Inês é uma jovem que estuda Jornalismo, na Escola Superior de Comunicação Social. Gosta de ver futebol e de comentar os jogos com os amigos. Está sempre pronta a discutir os lances dos jogos e as prestações dos jogadores. É adepta do SL Benfica desde que se lembra. Para ela o futebol é o desporto rei e uma das suas paixões.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA