sl benfica cabeçalho 1

Kostas Mitroglou é um nome sonante da equipa do Sport Lisboa e Benfica e da Grécia atualmente. É um daqueles avançados que serão relembrados por muitas épocas, quer pelo seu estilo irreverente, quer pelo seu físico imponente, quer pelo seu faro de golo, quer por muitas outras razões.

A equipa da Luz sempre contou com boas duplas de avançados com as mais distintas características, sobretudo nos últimos dez anos. Nestes últimos anos onde o Benfica tem voltado aos velhos tempos de conquistas e de grandes elencos, basta ver nomes como Cardozo, Saviola, Lima, Rodrigo, Miccoli, etc. a equipa lisboeta habituou-nos aos  golos.

Sem menosprezar estes nomes sonantes, é mais que justo dizer que Jonas e Mitroglou são, na minha ótica, a melhor dupla de avançados que o Benfica tem desde o início no Século XXI onde, no seu primeiro ano civil juntos, contabilizaram mais de 50 golos no aglomerado de todas as competições.

Da forte estrutura e plantel que o Benfica apresenta, Jimenez é outro avançado promissor, figura habitual da Seleção Mexicana e proveniente do Atlético de Madrid, um jogador que reclama constantemente o seu lugar no XI encarnado, isto porque, se Jonas é titular indiscutível nos encarnados, a disputa entre Mitroglou e Jimenez divide muitas opiniões.  O problema é que não devia dividir, explico agora o porquê.

Anúncio Publicitário

Com várias lesões nesta época, o Benfica não contou com Jonas praticamente em todo o primeiro semestre e, com Jimenez constantemente lesionado, foi Gonçalo Guedes que adotou o papel de Falso 9, o papel de avançado recuado no Benfica algo que viria a prejudicar (e muito) o rendimento de Mitro no primeiro semestre desta época. A partir daí, o rendimento do avançado grego foi constantemente questionado, com muitos adeptos reclamando a sua titularidade e justificando que este lugar deveria ser entregue ao mexicano Jimenez que entrou com o pé direito esta temporada.

Mitrogolo respira melhor junto de Jonas Fonte: SL Benfica
Mitrogolo respira melhor junto de Jonas
Fonte: SL Benfica

Com o regresso de Jonas, Mitro colocou as âncoras no XI benfiquista e caminha junto, sendo preponderante nas últimas vitórias das águias, pode até se dizer que o avançado grego respira melhor com o regresso do seu fiel parceiro. Já é o melhor marcador do clube lisboeta com 24 golos em 13 jogos, sendo que 5 destes golos foram apontados nas últimas 4 partidas. Mas o que faltava afinal ao “Mitrogolo”?

1
2
Artigo anteriorCAN 2017: O que esperar?
Próximo artigoPhénomenal!
Depois de 11 anos como federado, a tática, a estrutura, e tudo aquilo que envolve o futebol fizeram com que Júnior visse o futebol de uma maneira diferente. Adepto assíduo da Premier League desde os seus seis anos, acredita ainda que a essência do futebol de rua perdurará sempre em detrimento da tática. Considera-se um estudioso do futebol.                                                                                                                                                 O Júnior escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.