sl benfica cabeçalho 1

Muito se tem falado de Ederson Moraes nestes últimos dias. Sem rodeios vos digo que Ederson ainda vai ser considerado o melhor guarda-redes do Mundo!

Não é de agora que lhe é reconhecida uma qualidade fora de série. Tem feito um trabalho extraordinário pelo Benfica, e não é por acaso que mete o imperador Júlio César no banco. Ederson destaca-se pelos seus tenros 23 anos e pelo seu potencial de desenvolvimento.

Frente ao Borussia Dortmund, a Europa e o Mundo assistiram a uma das suas mais tremendas exibições – senão a melhor de sempre –, e não vai ser fácil para Luís Filipe Vieira mantê-lo por muito tempo. Nasceu o melhor do Mundo! Ele não verga nem treme perante as situações. Como se viu, fez três ou quatro defesas espetaculares, seja em bolas paradas, corridas ou da marca dos onze metros. Com as devidas vénias a Robben e Benzema, mas o título de jogador da semana na Champions ser-lhe-ia muito bem entregue.

Ele já é digno de comparação com outros grandes guardiões, e é mesmo diferente de todos eles porque é um guarda-redes do futebol moderno que, sem pressão, joga na linha da grande área, e é muito seguro entre os postes e a sair deles. Tecnicamente é quase perfeito e um ponto muito forte e que o distingue bastante dos outros é que mede a trajetória dos pontapés a régua e esquadro e a bola vai para onde ele a quer. Na minha opinião, é ainda melhor que Neuer. Por isso, o que lhe falta para chegar a melhor do Mundo?

Anúncio Publicitário
Ederson tem sido decisivo na baliza dos encarnados Fonte: SL Benfica
Ederson tem sido decisivo na baliza dos encarnados
Fonte: SL Benfica

No entanto, falta o “quase”, que referi acima, para ser perfeito. É um guarda-redes que nos dá muita segurança, mas manter a concentração durante 90 minutos ainda é um aspeto a melhorar: basta recordar a expulsão no jogo contra o Arouca e agora um lance muito semelhante com o B. Dortmund.

Taffarel, ao serviço da seleção canarinha, observou-o na Luz e ficou rendido ao seu talento, não tendo mesmo dúvidas ao afirmar: “Ederson vai ter um futuro brilhante”. E eu acrescento: já é brilhante! Uma lesão tirou-lhe a titularidade no último troféu da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos, mas o ex-guardião irá, certamente, aconselhá-lo a Tite e Ederson nunca mais irá largar o lugar que há muito lhe pertence: a baliza da sua seleção.

Os grandes clubes europeus têm demonstrado a sua admiração, mas também considero que não será fácil uma eventual contratação, pois o Presidente dos encarnados será muito duro no campo negocial com qualquer interessado. A renovação com o Sport Lisboa e Benfica é recente, a cláusula de rescisão é alta e jogadores desta idade, e ainda com tanto potencial de desenvolvimento, não se encontram por aí. Vejo apenas mais um guarda-redes tão novo e de tão grande qualidade, embora muito aquém da de Ederson, nomeadamente, com os pés: Donnarumma, do AC Millan.

Por todos estes motivos arrisco-me a esperar, para Ederson, o pódio mundial. Bem sei que existem grandes guarda-redes no ativo – Neuer, como já disse, Buffon, Courtois, De Gea –, mas com a evolução que Ederson tem demonstrado e com tanta margem de progressão, vislumbro continuação de altos voos na sua carreira.

Foto de capa: Facebook Oficial Ederson

Artigo revisto por Mafalda Carraxis