ÚLTIMA HORA:

SL Benfica

O que se passa, SL Benfica? Levaste com um pau?

Falta de vontade ou falta de qualidade: qual é o verdadeiro problema do SL Benfica?

Se tivéssemos de recorrer a uma cópia da presente época do SL Benfica até à data de hoje, a da temporada passada poderia bem ser o melhor exemplo. Entrada a todo o gás no início, com o ponto alto a ser a brilhante vitória frente ao FC Barcelona por 3-0, e quebra de rendimento com o aproximar do final do ano.

O objetivo principal, o Campeonato Nacional, está cada vez mais longe e a Taça de Portugal só na PlayStation. Resta fazer o melhor possível na Liga dos Campeões (chegar às meias-finais já seria uma proeza) e a Taça da Liga que, diga-se, será o título que o SL Benfica terá de se agarrar com unhas e dentes para salvar uma temporada que começa a ser penosa.

Mas, sejamos sinceros, não vai ser a conquista dessa competição, a qual os encarnados já venceram por sete vezes, que irá deixar os adeptos felizes da vida. Estamos apenas em Janeiro e o fracasso de mais uma época é já bem evidente. E, desta vez, já nem o fator Covid pode ser servir de desculpa como serviu o ano passado.

Mas afinal, o que se passa com esta equipa do SL Benfica, que parece ter levado com o célebre pau de Jorge Jesus, quando este quis exemplificar a fita que alguns jogadores faziam quando sofriam uma falta? Bem, o técnico português já não está na Luz mas parece que deixou lá o pau para quem quisesse usá-lo. Uma coisa é certa e nisso a opinião geral é unânime.

Não é a falta de qualidade do plantel que está em causa, embora alguns jogadores já tenham demonstrado que não têm estofo para vestir o manto sagrado. Soualiho Meité é um desses casos mas podemos também incluir Everton “Cebolinha”, um jogador com grande potencial mas que tarda em “explodir” e que pode ser transferido já neste mercado de Inverno.

A reação de Gilberto após o autogolo marcado na penúltima jornada, caracteriza na perfeição o momento atual do SL Benfica
Fonte: Zito Delgado/ Bola na Rede

 

Analisando de uma forma geral o plantel encarnado, existe boa matéria-prima para trabalhar mas o motor da equipa não está a carburar como devia. E se nos cingirmos ao onze que costuma ser titular, facilmente percebermos que existe ali muita qualidade.

Tanto que alguns jogadores já provaram isso em épocas anteriores, fazendo parte das últimas conquistas do SL Benfica. Jogadores como André Almeida, Alex Grimaldo, Pizzi, Rafa ou Haris Seferovic, já deram provas do seu real valor no passado.

Com a saída de Jorge Jesus, os encarnados voltaram ao sistema de quatro centrais e a apostar em tácticas como o 4-4-2. A equipa esteve mais de um ano rotinada a jogar em 3-4-3 e é bem possível que ainda não tenha assimilado na totalidade as ideias do novo treinador, Nélson Veríssimo.

Mas o que salta à vista de todos é o desnorte que alguns jogadores apresentam em campo, motivando perdas de bola de forma infantil. Na última jornada diante do Moreirense FC, isso ficou bem evidente. Mais, o meio campo das águias tem sido demasiado macio para os adversários, pois falta ali um jogador que preencha na totalidade aquela área do terreno e que saiba sair a jogar.

Julian Weigl não chega para tudo e João Mário não é propriamente um recuperador de bolas. Essa solução poderá estar “dentro de casa”, com a inclusão de Paulo Bernardo no onze encarnado, mas nota-se que o “menino” ainda tem de ganhar alguma estaleca até se tornar num titular absoluto.

Componente 5 – 1 (1)

O Bola na Rede é um site de opinião desportiva, cuja plataforma de distribuição de conteúdo é o online. Foi fundado a 28 de outubro de 2010.

O Bola na Rede é um site de opinião desportiva, cuja plataforma de distribuição de conteúdo é o online. Foi fundado a 28 de outubro de 2010.

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA