Onde andavas tu, Rafadona? | SL Benfica

    - Advertisement -

    Benfica

    Rafa Silva atravessa um grande momento de forma e está bem lançado em fazer a sua melhor época de sempre.

    Quando Rafa foi contratado ao SC Braga em 2016, por 16,4 milhões de euros, muitos torceram o nariz ao valor demasiado alto para um jogador que ainda não tinha mostrado créditos num clube da dimensão do SL Benfica, apesar de ter deixado boas indicações no emblema bracarense. E os primeiros tempos de Rafa na Luz não foram particularmente fáceis. Os golos falhados, alguns deles de forma quase escandalosa, levaram os adeptos à beira de um ataque de nervos e a duvidar do sucesso do avançado no clube encarnado.

    Só que o tempo encarregou-se de mostrar que estava meio mundo enganado em relação ao número 27 das águias. Aos poucos, as suas exibições foram sendo mais consistentes e os golos começaram a surgir de forma natural. A sua melhor época até agora com o manto sagrado foi a de 2018/2019, onde meteu a bola dentro da baliza adversária por 21 vezes e foi uma peça fundamental na equipa orientada por Bruno Lage, que culminou com a conquista do campeonato nacional. Mas Rafa está disposto a ultrapassar essa marca pessoal e, para já, está a realizar uma época de sonho ao serviço do Benfica.

    Rafa Silva SL Benfica
    Fonte: Carlos Silva/ Bola na Rede

    Na temporada passada, com Jorge Jesus e mais tarde Nélson Veríssimo, também não se safou nada mal, mas em campo era um jogador triste que parecia estar mal com a vida, ao ponto de nem sequer festejar os seus golos. Porém, a chegada de Roger Schmidt veio colocar um ponto final nesse estado de espírito e vemos agora um Rafa diferente, alegre, mais solto e com a cabeça limpa. A sua renúncia à seleção nacional parece ter ajudado e de que maneira a focar-se inteiramente no clube, e não é por acaso que neste momento é o melhor jogador do SL Benfica.

    O sistema tático que o técnico alemão implementou para esta época tem sido determinante no aumento de rendimento do avançado português, não só em termos exibicionais, mas também em golos marcados. O 4-2-3-1 faz com que apareça mais vezes na zona de finalização, ao servir de apoio ao ponta de lança, podendo também descair para uma das faixas e atuar como extremo. Essa liberdade que goza dentro das quatro linhas pode ser também um fator que explique a sua elevada performance, já que Rafa parece ser um daqueles jogadores que não gosta de estar preso a uma posição.

    A velocidade continua a ser a sua principal arma, mas tem também mostrado alguns pormenores técnicos interessantes. Rafa joga e faz jogar, diria mesmo que é o motor da equipa, e a brilhante exibição com um bis frente à Juventus FC, só veio confirmar em definitivo o excelente momento de forma que atravessa. Apetece mesmo perguntar onde andava este jogador até há bem pouco tempo e que o levou a ter esta mudança de rendimento e atitude da noite para o dia.

    Resta agora saber qual a duração desta fase amplamente positiva, pois não se vislumbra qualquer quebra de forma ou desgaste físico, dada a elevada intensidade que tem demonstrado em quase todas as partidas. Soma 11 golos em todas as competições e promete não ficar por aqui. A pausa para o Mundial vai ser benéfica para o avançado encarnado recargar energias, e fazer um resto de temporada que poderá ser a melhor de sempre da carreira até à data.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    De Vrij tem um pretendente em Espanha

    O defesa Stefan de Vrij, do FC Internazionale Milano,...

    Trippier renova contrato com o Newcastle

    O lateral direito Kieran Trippier renovou o contrato que...
    Rui Alves Maria
    Rui Alves Mariahttp://www.bolanarede.pt
    O Rui é natural de Tavira. Desde 2003 que a sua residência é em Odivelas e com essa deslocação teve a oportunidade de frequentar e concluir um Curso Profissional de Técnicas Jornalísticas. O jornalismo foi sempre a sua paixão desde muito cedo e o seu gosto pela escrita foi acompanhando essa mesma paixão. No entanto, é no jornalismo desportivo que se sente mais à vontade para desenvolver todas as suas capacidades.
    Bola na Rede