Anterior6 de 6Próximo

1.

Fonte: SL Benfica

David Tavares – David “A Certeza” Tavares. Jogador distinto. Melhor do que os outros? Pior? Não sei, nem me interessa. É diferente dos outros. Daí ser, para mim, a única certeza a priori. Acredito que o lisboeta terá o seu espaço, porque simplesmente não há outro como ele nos quadros principais – nem nos secundários – do SL Benfica.

Da maravilhosa geração de 99, David é um motor, um pulmão, um monstro do meio-campo. É um médio ofensivo por designação, mas para mim é um médio de transporte e transição por natureza e vocação. Tem todas as características de um box-to-box, executando bem, várias vezes por jogo, os gestos técnicos que se pedem a quem desempenha tal papel: recuperação de bola, transporte e passe (ou decisão – pode ser um remate).

Aliado a um extraordinário pé esquerdo, tem um porte superlativo – 1,90m e 83kg. Essa conjugação permite-lhe impor o físico como Fejsa e acariciar o esférico como… qualquer jogador que não Fejsa. É forte candidato ao lugar à sombra de Gabriel – o mais próximo das suas características – e, como tal, tem grandes probabilidades de assentar já esta época entre os comandados de Bruno Lage. A falta de jogadores de assinalável porte físico e de canhotos (o SL Benfica acabou a época transata com apenas seis esquerdinos, três deles suplentes e outro lesionado) pode abrir as portas a David Tavares. E mesmo que estejam fechadas, o rapaz tem corpo para as arrombar.

Foto de Capa: SL Benfica

Anterior6 de 6Próximo

Comentários

Artigo anteriorAfinal ele está vivo
Próximo artigoLito, o homem da competência
O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.                                                                                                                                                 O Márcio escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.