Anterior1 de 2Próximo

sl benfica cabeçalho 1

Foi o adeus à Europa para o Benfica, após a derrota desta quarta-feira frente ao CSKA Moscovo, na Rússia. Os encarnados foram à capital Russa tentar manter as esperanças de uma passagem, pelo menos, à Liga Europa, ou ainda uma milagrosa passagem aos oitavos de final da liga milionária, mas para isso necessitavam de vencer o jogo, algo que não aconteceu e prolongou o pesadelo europeu que tem sido o percurso das águias na Liga dos Campeões, esta temporada.

Foi também a quinta derrota consecutiva na prova (sexta a contar com a derrota frente ao Borussia Dortmund nos oitavos da época passada), em cinco jogos esta edição, levando a um total de… até custa dizer: 0 pontos. Nunca um cabeça de série, como o Benfica foi por ter vencido o campeonato na época transata, tinha feito uma exibição tão fraca na prova. São cinco derrotas e são-nas frente a Manchester United, FC Basel e CSKA Moscovo, pondo a gravidade da situação num outro nível. O 0-1 e o 2-0 frente aos ingleses são os únicos que se podem dizer que até são “aceitáveis”, e são também os únicos jogos que se pode dizer que o Benfica jogou.

Se tivermos em conta que a falta de comparência é penalizada com uma derrota por 3-0 à equipa que falta ao jogo, podemos tentar fazer um pequeno balanço positivo para os encarnados. Se frente ao CSKA o jogou ficou aparentemente mais equilibrado (1-2 na Luz e 2-0 na Rússia), contra o Basel, a não comparência na Suíça era uma melhor opção (5-0 frente em Basileia), mas passando à frente.

Foi com cinco derrotas que o Benfica disse adeus às competições europeias  Fonte: SL Benfica
Foi com cinco derrotas que o Benfica disse adeus às competições europeias
Fonte: SL Benfica

Sendo não aceitáveis as restantes derrotas, estas foram também vergonhosas. A goleada sofrida frente aos suiços foi para além de ridícula. Embora acabassem por vencer o United por 1-0 esta jornada, o Basel era aquela equipa obrigatória de vencer ambos os jogos (ou pelo menos empatar fora e vencer em casa). Veremos como correrá a despedida das competições europeias na Luz, frente ao Basel, precisamente.

A fazer par com este, está o CSKA Moscovo, o que até se compreenderia perder na Rússia (como aconteceu), mas nunca a jogar tão mal como se viu. Se não vencer em Moscovo até se aceitava se tivesse havido futebol nos pés encarnados, a derrota inaugural na casa das águias, era a premonição de que um pesadelo se aproximava.

Falta apenas um jogo, na Luz frente ao FC Basel, e já nada importará. Pensar que uma vitória frente aos “colossos” suíços, irá salvar a desastrosa caminhada europeia, é atirar areia para os olhos. A não ser que estejam a pensar levar mais cinco. Aí importará. Mais cinco não!

Anterior1 de 2Próximo

Comentários