Terceiro Anel

Madrugada de 30 de Janeiro de 2014, um frio de rachar, e eu, aqui, a escrever, expressando por palavras aquilo que me vai na alma. De facto, não consigo estar mais do que cinco minutos sem pensar no Benfica, neste clube que, desde os meus cinco anos de idade, me empurrou para um vício inexplicável. Eu até me tento abstrair, por momentos, do Sport Lisboa e Benfica, mas na televisão só se fala de praxes e de rescaldos sobre aquilo que se vai passando na “Casa dos Segredos”. Portanto, e para meu grande contentamento, lá me volto eu a debruçar sobre o popular clube da Luz.

Tenho estado para aqui a pensar, a matutar, a reflectir, a conjecturar, a vaguear de um lado para o outro pensando no assunto, e cheguei a uma conclusão: o Benfica tem de ser campeão nacional nesta temporada 2013/2014! Sim, eu sei que o Benfica tem sempre de ser campeão nacional; sim, eu sei que também se disse o mesmo nas duas últimas épocas, quando o Benfica tinha o campeonato nas mãos, e o título lá foi parar à Invicta; sim, eu sei que, se não formos campeões, eu e muitos mais adeptos iremos contribuir para um decréscimo da população portuguesa. Mas, nesta temporada, e analisando friamente a situação, vejo que o Benfica tem, como raramente aconteceu, de longe, o melhor plantel do futebol nacional. Sim, Matic foi para o Chelsea, mas mesmo assim as soluções que temos para o meio-campo, a meu ver, chegam e sobram para as provas nacionais. Eu vejo um Jorge Jesus que se pode dar ao luxo de colocar toda a habitual equipa titular a descansar, colocando antes em campo uma fornada excepcional de jovens, que me deliciou, no sábado passado, no desafio disputado frente ao Gil Vicente, para a Taça da Liga. Vejo um Benfica que está claramente a subir de rendimento, e isto quando Cardozo, ponta-de-lança de méritos sobejamente reconhecidos, já não joga há mais de dois meses e meio. E, como se não bastasse, vejo um Benfica que ainda tem um Salvio na cartola, podendo desfrutar da sua utilização a partir de Março.

Isto vai repetir-se daqui a uns meses, não vai? Fonte: Revista Sábado
Isto vai repetir-se daqui a uns meses, não vai?
Fonte: Revista Sábado

Além disso, penso que o Benfica poderá aproveitar alguma eventual distracção de Sporting e FC Porto, que tão entretidos têm andado nesta polémica do atraso do começo da partida no Dragão (já agora, caros sportinguistas, não eram vocês que desvalorizavam a Taça da Liga? É que ainda não compreendi este vosso choro compulsivo, quais salas de cinema à pinha aquando da estreia do filme Titanic. Mas pronto, poderemos falar disso noutra ocasião…).

Contudo, Sport Lisboa e Benfica, tenho de te pedir uma coisa: por favor, sê campeão antes da última jornada do campeonato. Eu não quero estar, no dia 17 de Maio de 2014, a ver-te a disputar o título no Estádio do Dragão. Depois daqueles dias horripilantes em Maio do ano passado, não me sinto minimamente preparado para sofrer muito mais, mesmo que o desfecho seja positivo. Vai ganhando os jogos, vai beneficiando com os tropeções dos rivais, vai alargando vantagens e despacha-me o campeonato antes da última ronda.

No próximo sábado, frente ao Gil Vicente, vence-me a partida, deslumbra. Certamente que terás um estádio repleto de adeptos benfiquistas, a fervilhar de entusiasmo. Ganha balanço, o derby com o Sporting já se aproxima, nada te poderá parar, Benfica. Não te sintas pressionado, até porque eu, rapaz de 25 anos que tu não conheces, não tenho a capacidade de te pressionar. Mas tens de te capacitar, maior clube português, de que, se não fores campeão este ano, mais vale acabares com a secção de futebol e dedicares-te ao campismo e à columbofilia.

Comentários