No presente artigo, são colocadas em foco as cinco posições mais carenciadas do principal plantel do SL Benfica, hierarquizadas em ordem crescente. Fazemo-lo numa altura em que os clubes já o deviam também fazer, numa preparação da próxima época que deveria já estar em curso.

Infeliz e estupidamente, essa preparação não pode arrancar já “a todo o gás” (direitos de autor reservados por Luís Filipe Vieira), uma vez que estamos a menos de um mês de se materializar a controversa ideia de retomar o campeonato (o principal, os outros parecem ter a importância para as entidades “competentes” que o Covid-19 tem para Trump e para Bolsonaro).

Críticas à parte (que, de resto, é o que os criticados fazem, colocam-nas de parte), avancemos para o que neste artigo verdadeiramente interessa. Número cinco…