Anúncio Publicitário

Afinal em que é que ficamos? O Moreirense FC tentou corromper ou não jogadores do Associação Naval 1.º de maio? Para variar, as respostas são poucas e as incertezas são mais que muitas. Eu, por exemplo, sou apologista de que onde há fumo há fogo e este caso não é exceção.

Para ser sincera, este clima de suspeição que paira no futebol português já cansa. Rumores para aqui, rumores para acolá. Mas a verdade é que não passam disso mesmo: rumores. Poucos são os casos em que se chega a uma conclusão concreta. É o diz que disse que só alimenta ainda mais o ambiente podre do futebol nacional.

É uma pena que esta notícia tenha surgido agora. Estava a gostar da prestação do Moreirense e, de certa forma, este rumor acaba por fazer esquecer aquilo que a equipa de Moreira de Cónegos tem feito dentro das quatro linhas esta época. As polémicas sobrepõem-se ao futebol. Nada de novo, não é verdade?

Anúncio Publicitário

Com isto, não pensem que estou a defender o clube. Se houve efetivamente corrupção, ela tem de ser punida. Não podemos é tapar os olhos e esquecer o que está para trás e o que já se passou no campeonato nacional. Ou que, neste caso, não se passou…

O Moreirense foi campeão da 2.ª liga no ano 2013/2014
Fonte: Moreirense FC

Se o Moreirense vai sofrer as consequências, só o tempo o dirá. Não posso é deixar de perguntar: e se fosse um dos três grandes? Esperem. Já sei! O problema deve ser mesmo a embirração com os equipamentos aos quadrados…

O engraçado é que, mesmo que isto se confirme, o Moreirense não vai deixar de existir. Na altura em que o clube é acusado, a SAD nem sequer existia. Ou seja, não pode ser responsabilizada por isso. Futebol português no seu melhor… Na teoria, faz sentido. Na prática, nem por isso. Mas não há-de ser a primeira e muito menos a última vez que a coerência fica aquém do que é suposto no campeonato nacional.

 

Foto de Capa: Moreirense FC

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

 

Anúncio Publicitário