logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

clássicos sl benfica x fc porto

Manual de Sobrevivência: A rota para (sobre)viver até ao “caneco”

Durante três semanas tentámos delinear um método. Este método teve a intenção de perceber o que era preciso algumas equipas fazerem para conseguirem alcançar os seus objetivos, face à sua classificação na Primeira Liga Portuguesa e à larga paragem imposta pelo crescente e inevitável contágio de Covid-19. Chamamos-lhe “Manual de Sobrevivência” e agora, mesmo antes de recomeçar o campeonato, apresentamos o seu último capítulo.

Depois do acesso à Liga Europa e da manutenção da Primeira Liga Portuguesa, avançamos para aquela que vai ser o desafio mais importante, aquele que mais vai mexer com um país que ama futebol: a luta pelo título nacional. Separados por apenas um ponto, FC Porto (60 pontos) e SL Benfica (59 pontos) são os protagonistas desta batalha que se trava dentro e – quase sempre pelos piores motivos – também fora de campo. Aliás, como tem sido hábito desde que entrámos no Séc. XXI.

Legenda:

Grau 1 – Sobrevivência facilitada

Grau 2 – Dificuldade média

Grau 3 – Difícil de sobreviver

Com licenciatura e mestrado em Jornalismo, Comunicação e Cultura, o Carlos é natural de um distrito que, já há muitos anos, não tem clubes de futebol ao mais alto nível: Portalegre. Porém, essa particularidade não o impede de ser um “viciado” na modalidade, que no âmbito nacional, quer no âmbito internacional. Adepto incondicional do Sport Lisboa e Benfica desde que se lembra de gostar do “desporto-rei”.                                                                                                                                                 O Carlos escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Com licenciatura e mestrado em Jornalismo, Comunicação e Cultura, o Carlos é natural de um distrito que, já há muitos anos, não tem clubes de futebol ao mais alto nível: Portalegre. Porém, essa particularidade não o impede de ser um “viciado” na modalidade, que no âmbito nacional, quer no âmbito internacional. Adepto incondicional do Sport Lisboa e Benfica desde que se lembra de gostar do “desporto-rei”.                                                                                                                                                 O Carlos escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA