4.

 

Salvador Agra (CD Tondela) – O Tondela disputou a Primeira Liga pela primeira vez na sua história na época 2015/2016 e desde aí, tem vindo a consolidar o seu lugar no escalão maior do futebol nacional. Para se fixarem definitivamente, os beirões vão tentando combinar jovens jogadores muito promissores com velhos conhecidos da Primeira Liga, como o internacional A, Ricardo Costa.

Para a próxima época, o clube já anunciou a chegada de Salvador Agra, nome bem cotado no futebol português. Após duas épocas e meia a jogar no estrangeiro, o avançado regressa ao país de origem para representar o Tondela. Salvador Agra, que já leva muitos anos de Primeira Liga para as Beiras, é a combinação perfeita entre experiência e matreirice, às quais junta faro para golo. As duas épocas no CD Nacional, nas quais apontou 17 golos em 74 jogos, são talvez o melhor exemplo daquilo que o jogador tem para oferecer: golo, capacidade técnica acima da média, uma excelente capacidade de desmarcação e sobretudo, muita raça. Tendo sido uma das referências ofensivas do Nacional da Madeira e em 2017/2018, para o CD Aves, Agra está habituado a ser o jogador mais experiente e a principal flecha apontada ao ataque das equipas que representa, característica muito útil para o Tondela. Agora, é ver o que pode acrescentar à equipa, à medida que esta cimenta a sua posição na primeira divisão do campeonato; fazendo uma boa época, pode ajudar o jogador a relançar a sua carreira.

Anúncio Publicitário