A CRÓNICA: O REGRESSO DO FC FAMALICÃO ÀS VITÓRIAS EM SOLO AÇORIANO

Domingo nublado de confinamento e o Estádio de S. Miguel abriu portas para o duelo da 14ª Jornada, da Primeira Liga, entre o CD Santa Clara e o FC Famalicão. A equipa da casa vem duma semana difícil com dois jogos, um para o campeonato frente ao Boavista FC, que acabou num empate, outro resultou na passagem para os quartos de final da Taça de Portugal frente ao Moreirense FC. Por sua vez o Famalicão vem duma complicada derrota frente ao FC Porto. Neste momento a disputa pelos três pontos está quente.

Anúncio Publicitário

A partida começou com as duas equipas bem organizadas e com o Famalicão a pressionar mais a equipa da casa. Aos cinco minutos, devido a uma saída de Vaná, o Santa Clara conseguiria chegar ao 1-0 mas em fora de jogo.

Após o primeiro quarto de hora, o ritmo de jogo baixa e obriga o Santa Clara a tentar criar mais linhas de passe entre si fixando-se a meio campo e sem muitas oportunidades para se vingar no jogo. O Famalicão ainda tenta chegar perto da baliza para alterar o marcador mas sem efeito. A primeira parte termina com o Santa Clara com maior posse bola e o resultado em aberto para a segunda parte.

O Famalicão entrou em força na segunda parte e manteve-se por cima durante alguns momentos. Ao ver o Famalicão aproximar-se da baliza de Marco Pereira, Fábio Cardoso tenta desviar a direção da bola e acaba por embater num dos jogadores o que dá origem a uma marcação de penálti. Johnata Robert apontou e marcou dando, assim, origem ao primeiro golo da partida.

Após esse primeiro golo, o jogo mostrou-se mais partido e sem muitas oportunidades de alterar o marcador. Numa tentativa de alterar essa realidade, Carlos Jr., tenta apontar a redondinha para a baliza de Vaná através dum pontapé de bicicleta mas sem sucesso. A oportunidade de Carlos Jr. viria mais tarde, aos 69 minutos, através dum cruzamento certeiro de Cryzan, que apontou e marcou fazendo assim o golo do empate.

Aos 84 minutos, o Famalicão volta a surpreender. Desta vez através de Lukovic que marca um livro direto digno de memória. O guardião da equipa açoriana ainda tenta alcançar a bola mas é impossível.

A agressividade desta segunda parte mantém-se no últimos momentos da partida , no entanto não foi suficiente para fazer a diferença. O Famalicão saí dos Açores com os três pontos e feliz com por regressar às vitórias.

 

A FIGURA

Figura Santa Clara x Famalicão
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Andrija Lukovic – Durante a partida conseguiu mostrar a sua qualidade e, a cereja no topo do polo seria o incrível golo, na segunda parte, que levou a que a sua equipa conquistasse a vantagem e os três pontos.

 

O FORA DE JOGO

FDJ Santa Clara x Famalicão
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Marco Pereira – O Guardião das redes do Santa Clara esteve longe das exibições a que estamos acostumados. Deixou-se levar pela pressão o que refletiu-se nas defesas que realizou.

 

ANÁLISE TÁTICA – CD SANTA CLARA

O Mister Daniel Ramos preparou a sue equipa para jogar com o esquema tático 4-2-1-3. Este optou por uma linha defensiva composta por quatro jogadores com o regresso do castigado Fábio Cardoso ao onze. No meio campo, Nene e Anderson formaram um duplo pivot defensivo. Lincoln organizou o jogo ofensivo da equipa e tentou servir os homens da frente. Carlos e Ukra jogaram nas alas e Shahryiar foi o homem mais adiantado do Santa Clara.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Marco (2)

Rafael Ramos (4)

Mikel Villanueva (5)

Fábio Cardoso (4)

Lincoln (4)

Carlos Jr. (5)

Lucas (3)

Ukra (4)

Nené (3)

Anderson Carvalho (3)

Shahriyar (4)

SUBS UTILIZADOS

Cryzan (4)

Diogo Salomão (3)

Costinha (3)

Osama Rashid (-)

João Afonso (-)

  

ANÁLISE TÁTICA – FC FAMALICÃO

O FC Famalicão jogou com um tradicional 4-3-3 com Patrick William a jogar adaptado a lateral direito. Meio campo composto por Ugarte, jovem uruguaio que se estreou a titular e por Jaime com Lukovic a jogar no vértice do losango no meio campo. Na frente, atuaram 3 homens móveis. Gil Dias de um lado, Jhonata do outro e Anderson como o elemento mais móvel.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Vaná Alves (4)

Babic (3)

Ugarte (4)

Jhonata Robert (5)

Iván Jaime (4)

Rúben Vinagre

Lukovic (5)

Queirós (4)

Gil Dias (4)

Anderson (3)

Patrick William (4)

SUBS UTILIZADOS

Alexandre Guedes (3)

Bozhidar Kraev (3)

Ivo Rodrigues (3)

Calvin (-)

Riccieli (-)

  

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

CD Santa Clara

BnR: Acha o resultado justo?

Daniel Ramos: Controlamos o jogo, concedemos quase nada ao Famalicão sem ser bolas paradas. Num jogo com muitas faltas em que algumas não existiram, a equipa cumpriu e trabalhou muito. Erraram em alguns momentos mas conseguiram mostrar o seu trabalho.

Fomos muito penalizados pelo resultado. É uma sensação de impotência porque fizemos por merecer mais e sinto tristeza porque em casa estamos a ter dificuldades para vencer.

FC Famalicão

BnR: Qual a análise que faz a esta partida?

João Pedro Sousa: Era um Jogo importante. Queríamos regressar as vitorias e sair dum círculo negativo, este era um jogo difícil num campo difícil. Estas duas equipas praticam bom futebol, gostam de oferecer bons espetáculos mas hoje o relvado dificultou isso. Tentamos lutar e ser felizes porque os golos podiam surgir. Era importante vencer e foi isso que aconteceu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome