A posição de laterais do lado direito da seleção nacional é um tema que dá sempre pano para mangas. Cada “treinador de bancada” tem o seu preferido. Quer seja porque certo jogador dá mais profundidade, porque outro é mais seguro a defender, ou até mesmo por acreditar que determinado atleta é o lateral híbrido – aquele que cumpre (quase) na perfeição todas as tarefas do lateral “moderno”.

Desta forma, elegi os dez melhores laterais portugueses da atualidade. Opções ou não para Fernando Santos, pautei as minhas escolhas por fatores como a regularidade, percurso profissional, mas, sobretudo, qualidade. Aqui, poderiam estar jogadores que começam agora a despontar (como Tomás Tavares, Thierry Correia ou Tomás Esteves), com potencial para atingir grandes palcos, mas optei por focar-me, predominantemente, no rendimento atual ao mais alto nível.