cab futebol feminino

Quando uma época acaba, seja qual for a modalidade, é já uma tendência para todos aqueles que a acompanharam começar a fazer algumas previsões sobre como será no próximo ano. “Será que é desta que o Sporting sai do buraco? Será que o Mourinho vai voltar a ter sucesso no Chelsea? Será que os 49ers vão chegar novamente à Superbowl? Eu cá acho que sim!” É com este tipo de suposições, adivinhações, apostas e previsões que adeptos e entusiastas de desporto se entretêm durante o período de defeso. E é certo e sabido que, lá mais para o fim do campeonato, vai sempre haver algum carapau de corrida que nos vem relembrar daquela previsão feita naquele dia naquele café em que disse isto e aquilo, tal como veio mesmo a acontecer. “Eu é que percebo disto!”, dirá, radiante da vida, ainda que a sua equipa de eleição esteja a ser completamente chacinada e que tenha falhado redondamente todas as outras previsões que fez. São aquelas típicas “personagens” do convívio desportivo que já todos aprendemos a aturar e até mesmo a apreciar as muitas vezes cómicas intervenções.

Não tão engraçado é quando isso nos acontece a nós. Logo nós que percebemos tanto daquilo, logo nós que julgávamos saber mais do que maioria sobre aquele desporto, logo nós que tínhamos a certeza de que este ano seria assim e assado. Mas o desporto é feito de surpresas, e mesmo nós, que pensávamos que éramos os maiores, muitas vezes cometemos falhanços piores do que aquele do Slimani em Alvalade ou do que os penáltis do Sérgio Ramos.
Isto tudo para dizer o seguinte: quando no ano passado o Ouriense venceu o campeonato feminino, pensei que já sabia como ia ser a próxima época. Ouriense e 1º Dezembro numa luta acesa pelo título com o Albergaria ao barulho, seguidos de perto por um Boavista ou um Vilaverdense, se estivessem em ano sim. Parecia ser o óbvio, uma aposta segura, uma realidade à espera de acontecer. Bom, é certo que o campeonato ainda vai no início, mas acho que já se pode dizer que falhei redondamente a minha previsão.
Com 6 jornadas no campeonato nacional de futebol feminino, o actual líder é… o A-dos-Francos. Sim, parece que o hábito de haver uma equipa sensação no campeonato anda a pegar no futebol feminino – e de que maneira. Seis jogos e seis vitórias para as atletas recém-promovidas das Caldas da Rainha. Conseguem adivinhar contra quem foi a última? Pois é. 1 a 0 frente ao campeão em título, o Atlético Ouriense, que foi assim atirado para segundo lugar com cinco vitórias, 23 golos marcados e apenas dois sofridos.

Equipa recém-promovida A-dos-Francos continua invicta no campeonato / Fonte: http://futebolfemininoportugal.com/
Equipa recém-promovida A-dos-Francos continua invicta no campeonato / Fonte: http://futebolfemininoportugal.com/

No que diz respeito ao Boavista e ao Albergaria, a minha previsão parece acertada – quarto e quinto classificados, respectivamente. No terceiro posto, uma surpresa. O Clube Futebol Benfica, que ficou a um ponto acima da linha de água na época transacta, soma 14 pontos, com quatro vitórias e dois empates.
E o 1º Dezembro? Por onde anda o antigo “eterno campeão” do futebol feminino? Em oitavo lugar (relembro que o campeonato tem dez equipas), com quatro derrotas e dois empates. Um início de campeonato muito aquém do esperado que deixa o 1º Dezembro em grandes dificuldades para chegar sequer à fase de apuramento de campeão.
Claro que fazer análises de campeonatos com apenas 6 jornadas pode parecer prematuro, mas, “a brincar, a brincar”, já se jogou um terço da fase regular. No entanto, ainda nada está decidido. Conseguirá o Ouriense afirmar-se enquanto novo peso pesado do futebol feminino? Poderá o A-dos-Francos repetir a estória da época passada e sagrar-se campeão, um ano depois de ser promovido? Estará o 1º de Dezembro em risco de descer de divisão, depois de ter estado 140 jogos sem perder? Ou será desta que outros clubes como o Albergaria, Boavista ou mesmo o Futebol Clube Benfica vão finalmente vencer o campeonato feminino?
Ao bom estilo do Dragon Ball – Não percam o próximo episódio, porque nós, no Bola na Rede, também não!