5. Majeed Waris

Fonte: Instagram ” Majeed Waris”

Foi uma das contratações no mercado de inverno da época 2017/2018 a pedido de Sérgio Conceição. Proveniente do FC Lorient onde em três épocas tinha marcado 25 golos em 73 jogos, o avançado ganês não vinha propriamente com o rótulo de ser uma promessa, mas não deixou de ser um flop por causa disso. Era o jogador que mais se assemelhava a Moussa Marega pela velocidade e poderio físico, mas mesmo assim não se conseguiu impor na equipa azul e branca. Com zero golos em oito jogos, este jogador não convenceu ninguém, sendo mais uma das algumas contratações falhadas de Sérgio Conceição no mercado de inverno. Estreou-se com a camisola do FC Porto no clássico frente ao Sporting CP a contar para a Taça da Liga, e daí para a frente não se construiu uma bonita história na carreira deste jogador. Pode-se dizer que o seu melhor momento com as cores azuis e brancas foram no empate em Anfield frente ao Liverpool FC em que esteve perto de marcar, e no jogo frente ao Moreirense FC em que chegou a introduzir a bola dentro da baliza de Jonathan levando à euforia dos adeptos azuis e brancos e do próprio Sérgio Conceição. Mas mais importante que isto foi o título de Campeão Nacional que irá para sempre ficar no seu historial como jogador dos dragões. Terminado o período de empréstimo, o FC Porto teve de adquirir o passe deste jogador, mas até hoje não mais vestiu-se de azul e branco. Foi emprestado ao FC Nantes onde apontou sete golos em 38 jogos e agora encontra-se a treinar com a equipa B portista.

Veremos o que o futuro reserva para este jogador.

Em suma, são estes alguns dos flops que vestiram as cores do FC Porto e que não deixam propriamente muitas saudades. Mas esta não é uma realidade única dos azuis e brancos, pois, como em todos os clubes, nem tudo é um mar de rosas, existindo jogadores que se destacam pela positiva e outros pela negativa. É preciso é saber lidar com isso e tirar o maior proveito desses flops que, quiçá, até podem ser úteis.

Foto de capa: FC Porto

Anúncio Publicitário